Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Covid-19: Wiz adapta unidades de negócios e adota medidas de controle de custos

15/04/2020 - 7:41
Wiz
A companhia reprogramou o pagamento de despesas e está renegociando contratos comerciais com fornecedores para preservar o caixa (Imagem: Youtube/Wiz)

A Wiz (WIZS3) informou ontem (14) que tem adotado uma série de medidas visando mitigar os impactos da covid-19 em seus negócios. A companhia criou um comitê temporário de gestão de crise com o intuito de coordenar as ações necessárias para manter as operações funcionando. Para isso, a administração tem buscado adequar o modelo de atuação das unidades de negócios e adotar medidas de controle de custos e despesas.

Saúde financeira

A empresa encerrou 2019 com posição de caixa de R$ 45,8 milhões, o bastante para conduzir as atividades sem grandes alarmes.

A Wiz ainda destacou que alguns produtos comercializados têm como característica a geração de fluxo de receita de longa duração, o que gera estoque de receitas e traz um efeito positivo na alavancagem e nas margens operacionais.

A companhia também reprogramou o pagamento de despesas e está renegociando contratos comerciais com fornecedores para preservar o caixa.

Outra medida implementada foi a postergação do pagamento de contribuições sociais como forma de evitar a dispensa de funcionários.

“A Wiz adiou o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos meses de março a maio de 2020. Além disso, as empresas do grupo postergarão por dois meses os pagamentos de contribuição ao INSS e do PIS/Cofins”, disse a companhia, que assegurou a realização do pagamento dos benefícios dentro dos prazos exigidos na regulamentação aplicável.

Operações

Para manter as operações funcionando, a Wiz precisou adaptar suas unidades de negócios, intensificando aquelas com atuação remota e digital.

A companhia continua interagindo com seus parceiros comerciais, realizando novos credenciamentos, atendimentos e treinamentos por meios eletrônicos. A Wiz busca ainda, em parceria com a Caixa Consórcios, reativar alguns parceiros para ampliar as possibilidades de vendas.

Assistentes de venda das operações presenciais realizadas na rede Caixa tiveram seus contratos de trabalho suspensos por 60 dias. A decisão da Wiz foi tomada em conjunto com a Caixa Seguridade e a Caixa Seguros. Os funcionários receberão R$ 1,9 mil por mês como ajuda compensatória e ficarão com os benefícios de plano de saúde, vale refeição e cesta básica.

A companhia informou que segue monitorando a necessidade de manter esses colaboradores afastados, e poderá retomar os contratos de trabalho antes do prazo máximo de suspensão se as condições voltarem a ser seguras.

Dividendos

A empresa afirmou que continuará monitorando as datas previstas para o pagamento de dividendos aprovados na Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária (AGOE) de 23 de março.

A primeira parcela dos dividendos será creditada aos acionistas até maio, enquanto a segunda será creditada até novembro deste ano.

“A administração segue monitorando diariamente os impactos provocados pela pandemia do coronavírus e manterá seus acionistas e o mercado em geral informados”, concluiu a Wiz.

Veja outras medidas impostas pela empresa:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 15/04/2020 - 7:41