Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

CSN Mineração e Vale saem do zero a zero, por recorde do minério de ferro

10/05/2021 - 15:30
Vale-Minério de Ferro
A alta demanda por minério de ferro, encabeçada pela China, impulsiona empresas ligadas ao setor de materiais básicos como a CSN Mineração e a Vale (Imagem: Vale/Divulgação)

As ações da CSN Mineração (CMIN3) e da Vale (VALE3) performavam bem acima do zero a zero que o Ibovespa (IBOV) mantém no pregão desta segunda-feira (10), dia em que os contratos futuros do minério de ferro tocaram máximas históricas, em meio a uma demanda robusta e preocupações com a oferta da commodity.

Por volta das 15h30 (horário de Brasília), as ações ordinárias da CSN Mineração subiam 0,85%, negociadas a R$ 10,71 cada. Já os papéis ordinários da mineradora Vale valorizavam 1,16%, cotados a R$ 116,80 cada.

No mesmo instante, o principal índice da Bolsa brasileira avançava apenas 0,08% a 122.128,73 pontos.

Os futuros mais ativos do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian (China), para entrega em setembro, saltaram 10%, para máxima recorde de 1.326 yuans (US$ 206,30) por tonelada.

Já na bolsa de Cingapura, o contrato junho do minério de ferro subiu 9,5%, para 224,65 dólares por tonelada.

“Atualmente, participantes do mercado estão negociando derivativos de minério de ferro como criptomoedas… não com base nos fundamentos, só pela força do momento”, disse Atilla Widnell, da Navigate Commodities.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 10/05/2021 - 15:30

Pela Web