Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

CVM deve autorizar consultor de investimentos estrangeiro a atuar no Brasil

07/05/2019 - 13:17
(Imagem: Pixabay)

Por Arena do Pavini

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) coloca em audiência pública hoje uma minuta de norma que altera pontualmente a Instrução CVM 592, que trata da atividade de consultoria de valores mobiliários, prevendo o reconhecimento de consultores de valores mobiliários, pessoas naturais ou jurídicas, não domiciliados no Brasil. O prazo para sugestões terminará em 6 de junho.

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

“Assim como a Instrução CVM 521, que trata das agências classificadoras de rating, entendemos que os consultores podem atuar no Brasil mesmo sendo domiciliados fora do país, desde que sigam determinadas exigências”, afirma Antonio Berwanger, superintendente de Desenvolvimento de Mercado.

Entre as exigências, que esses consultores estejam registrados e sejam submetidos à supervisão por autoridade competente em seu país de origem, que estejam regulados por normas ao menos equivalentes às disposições da Instrução CVM 592 e que constituam representante legal no Brasil com poderes para receber, em nome do consultor de valores mobiliários, quaisquer citações, intimações ou notificações.

A flexibilização da exigência de sede e domicílio no Brasil para o caso dos consultores de valores mobiliários permite ampliar a oferta de serviços de consultoria, eliminando uma barreira à entrada de novos participantes, sem comprometer a segurança do mercado brasileiro avalia a CVM.

A atividade, lembra o regulador, exige um nível de especialização que dificilmente seria atendido dentro das fronteiras de um país, tendo em vista a multiplicidade de valores mobiliários emitidos fora do país e um cenário de investimentos no exterior cada vez mais rotineiros.

“A proposta tem origem nos entendimentos ora em curso mantidos pela CVM junto à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) no âmbito do processo de adesão do Brasil aos Códigos de Liberalização emitidos por aquela entidade”, diz Daniel Maeda, superintendente de Relações com Investidores Institucionais.

Para fins do exame do grau de aderência do país aos princípios previstos nos Códigos, foi sugerida a conveniência de se manter a exigência de que o consultor de valores mobiliários tenha sede no país, complementou.

Sugestões e comentários

Os comentários devem ser encaminhados pelo site www.participa.br, sistema de recebimento de manifestações de consultas públicas do governo federal, até 6 de junho.

Acesse o edital da Audiência Pública SDM 01/19 e confira a minuta de Instrução.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/05/2019 - 13:18

Cotações Crypto
Pela Web