Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

CVM rejeita proposta do Zero10 Club para encerrar processo

13/11/2019 - 14:32
Na proposta de Termo de Compromisso, os acusados afirmam terem cessado a prática de atividades ou atos considerados ilícitos pela CVM (Imagem: Divulgação CVM)

Por Arena do Pavini

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) rejeitou a proposta da Gensa Serviços Digitais S.A., administradora do Zero10.Club, e seu administrador, Gabriel Tomaz Barbosa, de encerrar o Processo Administrativo CVM SEI nº 19957.006332/2019-45, antes de apresentarem suas defesas.

Na proposta de Termo de Compromisso, os acusados afirmam terem cessado a prática de atividades ou atos considerados ilícitos pela CVM, corrigido as irregularidades apontadas e indenizando prejuízos (requisitos do art.11, § 5º, I e II, da Lei 6.385/76).

A Procuradoria Federal Especializada junto à CVM (PFE-CVM), no entanto, concluiu que não seria possível realizar o acordo, já que não houve comprovação do encerramento da atividade ilícita nem oferecimento de valor monetário para a reparação do prejuízo, em contrariedade ao que determina a Lei 6.385/76.

Espera-se que a legalização das apostas esportivas seja muito significativa aos impostos

Após analisar o caso, porém, o Comitê de Termo de Compromisso (CTC) entendeu que, mesmo superado o impedimento jurídico apontado pela PFE-CVM, não seria conveniente e oportuna a celebração do acordo, devido à acusação da prática de ilícitos graves e de forma contínua, inclusive descumprindo determinação imposta pela CVM, demonstrando resistência em relação à decisão da Autarquia.

Diante disso, o CTC sugeriu a rejeição do Termo de Compromisso. Já o Colegiado decidiu, por unanimidade, não tomar conhecimento do que foi apresentado pela Gensa Serviços Digitais S.A. (Zero10.Club) e por Gabriel Tomaz Barbosa, tendo em vista a inexistência de proposta propriamente dita de termo de compromisso.

Gensa diz que acusações são inverídicas

Em nota enviada ao Portal do Pavini, a Gensa Serviços Digitais S.A, informou que sempre se colocou à disposição da CVM para esclarecer eventuais dúvidas de suas atividades no processo administrativo. As acusações em fase de investigação, diz a empresa, serão amplamente esclarecidas, “uma vez que são inverídicas”.

A empresa informa que “se manifestará dentro do processo após eventual notificação e reitera o total respeito ao órgão federal, uma vez que encerrou as atividades da plataforma Zero10.Club em atendimento à CVM, apesar de entender que suas atividades não estivessem vinculadas ao poder regulador da autarquia”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 13/11/2019 - 14:32

Pela Web