Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

d1000 não entregou fortes resultados como Raia Drogasil e Pague Menos, mas vai se recuperar

17/03/2021 - 17:57
Farmalife d1000
Os resultados da d1000 não conseguiram bater as estimativas já baixas da XP Investimentos (Imagem: Divulgação)

A d1000 (DMVF3) reportou resultados fracos tanto na linha operacional, com queda nas vendas de 7,5% no quarto trimestre de 2020 ante o mesmo período de 2019, quanto nos números financeiros, tendo o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficado 38% abaixo do esperado pelos analistas da XP Investimentos.

Segundo a corretora, os resultados não conseguiram bater as estimativas, que já eram baixas.

O balanço da d1000 decepcionou principalmente levando em consideração que as outras empresas do setor, como Raia Drogasil (RADL3) e Pague Menos (PGMN3), apresentaram performances sólidas no período.

Aparentemente, os investidores também não gostaram dos resultados da d1000. As ações da empresa fecharam com queda expressiva nesta quarta-feira (17). Os papéis recuaram 5,31%, negociados a R$ 9,81.

O Ibovespa, por outro lado, subiu 2,22%, a 116.549,44 pontos.

Jogo pode virar

Apesar dos números fracos do quarto trimestre, a XP segue recomendando a compra da ação da d1000, com preço-alvo para o fim de 2021 de R$ 16.

A corretora está confiante com a companhia. De acordo com os analistas, a d1000 reverterá o resultado fraco conforme as vendas se recuperam.

Além disso, a margem bruta da empresa (29,7% no quarto trimestre e 30,3% em 2020) está em um patamar “bastante sólido”, e a d1000 deve se beneficiar disso.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 17/03/2021 - 17:57

Pela Web