Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

DataSenado: maioria da população diz que a vacinação está lenta

21/05/2021 - 16:57
Vacinas
A pesquisa DataSenado mostra que 79% dos cidadãos consideram lenta a vacinação contra a covid-19 no Brasil (Imagem: REUTERS/Carlos Osorio)

O Instituto DataSenado publicou nova pesquisa nesta semana mostrando que a maioria da população brasileira acha que a vacinação contra a covid-19 está lenta no Brasil. O documento mostra também as primeiras impressões dos brasileiros sobre as investigações da CPI da Pandemia (também chamada de CPI da Covid por parte da imprensa).

Com o título “CPI Covid-19 e Vacina”, a pesquisa foi feita nos dias 11, 12 e 13 de maio. Foram entrevistadas 2.500 pessoas com 16 anos ou mais, por telefone. De acordo com o DataSenado, as amostras “são totalmente probabilísticas” e têm nível de confiança de 95%. Pessoas de todas as unidades da federação foram entrevistadas, com alocação proporcional à população, “em amostra representativa da opinião da população brasileira”.

Vacinação

A pesquisa DataSenado mostra que 79% dos cidadãos consideram lenta a vacinação contra a covid-19 no Brasil; apenas 24% acreditam que todos os adultos serão vacinados ainda este ano. A vacinação só termina em 2022 para 39%, e em 2023 para 29%. Apenas 19% acham que a vacinação está rápida.

Das 2.500 pessoas entrevistadas pelo DataSenado, 26% já tomou pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19. Do restante dos entrevistados, que não tomaram vacina ainda (74%), 86% quer se vacinar, e 12% não.

CPI da Pandemia

Segundo os dados da pesquisa, 65% dos brasileiros sabem que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia está em funcionamento. Dentro desse grupo, 73% dizem que estão acompanhando as investigações da comissão.

CPI Covid
Segundo os dados da pesquisa, 65% dos brasileiros sabem que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia está em funcionamento (Imagem: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Das pessoas que acompanham a CPI, 75% disseram concordar com a existência da comissão e a maioria avalia o trabalho como regular (35%), bom (27%) ou ótimo (10%). Para 9% os trabalhos da CPI estão ruins; para 16%, péssimos.

Notícias falsas

De acordo com os resultados da pesquisa, 58% da população afirma ter visto em redes sociais alguma notícia falsa sobre vacinas contra covid-19.

A divulgação de fakenews prejudica o combate ao coronavírus para 85% da população, e 92% querem alguma punição para quem divulga falsas informações sobre vacinas.

Pandemia

Para 62% dos brasileiros a vida piorou desde o começo da pandemia, no início de 2020. Segundo a pesquisa, a população se divide quanto à esperança no futuro: para 39%, o Brasil ainda vai sofrer com a pandemia até o final de 2022; para 35%, o sofrimento continuará em 2023.

No levantamento do DataSenado, 21% dos entrevistados dizem que já tiveram covid-19, a maioria com sintomas leves (74%). A pesquisa também revela que 21% dos brasileiros que moram com outras pessoas relataram que um ou mais moradores da residência já contraíram a doença.

Coronavírus Rio de Janeiro
No levantamento do DataSenado, 21% dos entrevistados dizem que já tiveram covid-19 (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O Instituto DataSenado foi criado em 2005 e já entrevistou mais de 4 milhões de pessoas, fez mais de 80 pesquisas de opinião e mais de 150 enquetes e pesquisas online.

Pelas redes sociais, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) repercutiu resultados da pesquisa.

“Cerca de 9 a cada 10 brasileiros (92%) afirmam que quem divulgar notícias falsas sobre vacinas contra a covid-19 deve ser punido e 85% consideram que a divulgação de fake news prejudica muito o combate ao coronavírus. As informações são de pesquisa divulgada pelo Instituto DataSenado. E você, também defende punição para quem divulgar fake news sobre vacinas?”, publicou Alvaro Dias.

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) também gostou da pesquisa. “Uma pesquisa feita pelo Instituto DataSenado aponta que a maioria dos brasileiros já recebeu fake news sobre vacinas e apoia punição a quem divulga notícias falsas sobre a vacina contra o coronavírus. E você, já recebeu alguma fake news sobre vacinas? Apoia punição a quem publica?”, escreveu Angelo Coronel em seu Twitter.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 21/05/2021 - 16:57

Cotações Crypto
Pela Web