Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Decisão final declara que Shopin realizou ICO fraudulenta entre 2017 e 2018

23/06/2020 - 13:13
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
shopin
Shopin afirmou que usaria os lucros da ICO para desenvolver uma plataforma de varejo baseada em blockchain para armazenar e rastrear perfis de compradores por meio de lojas on-line para recomendar produtos baseados nessas informações (Imagem: Shopin)

Um processo judicial enviado pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) no ano passado contra o fundador de uma empresa que alegadamente realizou uma oferta inicial de moeda (ICO) fraudulenta foi concluído.

Uma decisão final foi apresentada nesta terça-feira (23), segundo um comunicado da SEC. Shopin e seu fundador Eran Eyal foram processados em dezembro e acusados de desviar fundos obtidos de uma ICO de US$ 42 milhões.

Os US$ 450 mil em questão — US$ 442,1 mil foram ganhos ilícitos e US$ 34,940 em juros anteriores ao julgamento — “são considerados requisitos satisfeitos pelo pagamento de Eyal de aproximadamente 3.105,78 tokens ETH nos termos de um acordo anterior em uma ação criminal do Estado de Nova York que avaliou a conduta, incluindo as leis de emissão na ação da SEC”.

Eyal foi condenado após uma ação judicial da Procuradoria-Geral de Nova York em dezembro de 2019. Foi nessa época em que as posses em ether foram apreendidas por agentes públicos.

Segundo um acordo entre a SEC e Eyal, o fundador da Shopin nem admitiu nem negou as alegações prévias da SEC.

SEC acusa Shopin por fraude
de ICO avaliada em US$ 42 milhões

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 25/06/2020 - 23:36