Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Democratas dos EUA pedem mais negociações sobre pacote do coronavírus

07/08/2020 - 13:49
Donald Trump
Depois de quase duas semanas sem conseguir fazer progressos substanciais, Trump ameaçou retirar seus negociadores das conversas (Imagem: REUTERS/Leah Millis)

Os democratas do Congresso norte-americano pediram à Casa Branca nesta sexta-feira que se junte a eles novamente nas negociações sobre o alívio econômico em resposta ao coronavírus, dizendo que o presidente republicano Donald Trump não pode resolver o problema sozinho.

Depois de quase duas semanas sem conseguir fazer progressos substanciais, Trump ameaçou retirar seus negociadores das conversas e, em vez disso, emitir decretos para lidar com o custo humano e econômico de uma crise que matou mais de 160 mil norte-americanos e deixou dezenas de milhões de pessoas desempregadas.

“O presidente pode fazer todas as afirmações que quiser, ele não pode resolver esse problema por meio de decreto”, disse Dick Durbin, democrata do Senado dos Estados Unidos, à MSNBC. “Temos que nos unir, temos que fazer isso no Congresso.”

O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse à Bloomberg TV nesta sexta-feira que Trump tomará medidas se não houver acordo sobre o alívio do coronavírus. Kudlow disse que as negociações estão em um impasse, mas mais conversas eram esperadas para esta sexta-feira.

A presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, e o líder da minoria no Senado, Chuck Schumer, pediram aos negociadores da Casa Branca — o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows — que se encontrem com eles novamente nesta sexta-feira.

Eles disseram que o novo relatório de empregos mostrou que uma desaceleração na criação de vagas de trabalho demonstra a necessidade de mais auxílio.

Pelosi também disse que os democratas querem o maior valor possível para retomar um pagamento federal a desempregados de 600 dólares por semana que venceu. A renovação desse benefício tem sido uma das principais exigências dos democratas.

Não ficou claro o quanto o presidente poderia fazer sem a aprovação do Congresso, que tem o poder de gastos.

A Casa Branca em determinado momento sugeriu pagamentos de 400 dólares por semana em benefícios para os desempregados, mas os democratas rejeitaram a proposta e se recusaram a fazer um acordo separado sobre isso, dizendo que queriam um pacote abrangente que também inclua dinheiro para governos estaduais e locais, entre outros assuntos .

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 07/08/2020 - 13:52