Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Depois da queda o coice: BTG recomenda nove fundos imobiliários para fevereiro

04/02/2020 - 12:08
Banco apresenta prognósticos para fundos imobiliários (Imagem: Unsplash/@luqizilla)

“Em nossa visão, esse é um período normal de correção dos fundos após grande valorização de suas cotas no mercado secundário – parte dos investidores estão realizando os lucros que obtiveram nos últimos meses”.

A avaliação é do BTG Pactual digital, em relatório divulgado a seus clientes, no qual os analistas Daniel Marinelli e Gustavo Cambauva delineiam perspectivas para os fundos imobiliários.

Inicialmente, a equipe de análise pondera a forte correção de 3,76% no Ifix depois da alta vista em dezembro último, de 10,63%.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Menor custo de oportunidade

Em um segundo momento, o BTG Pactual digital lista os fatores que fundamentam o melhor desempenho do Ifix em 2019 desde a sua criação, em 2012.

A queda das taxas de juros é o principal fator, impactando os seguintes pontos: mudança no modelo financeiro de precificação pela redução da taxa de desconto e menor custo de oportunidade no investimento de outros ativos.

Roberto Campos Neto
Selic em patamar histórico mínimo aumenta atratividade de renda variável (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasi)

“Isto é, as mudanças que vivemos no último ano nos colocaram em um cenário inédito no Brasil, com uma taxa Selic de 4,5% ao ano. Portanto, era de se esperar que os investidores saíssem da renda fixa e migrassem para investimentos mais arriscados à procura de retornos mais gordos (leia-se renda variável)”, explicam os analistas.

Sem bolha

O grande fluxo de novos investidores no mercado, segundo o BTG, impulsionou o valor das cotas, com compressão das taxas de capitalização e “falsa sensação em alguns investidores de uma eventual bolha na indústria”.

A alta no spread entre os títulos de renda fixa, notadamente em relação ao juro real da NTN-B 2035, para 3% é vista como algo normal pelo BTG Pactual digital.

“Fato é que o cenário de juros do Brasil mudou, resultando em uma nova dinâmica para o mercado”, ponderam Cambauva e Marinelli.

Otimismo permanece

“Olhando para 2020, acreditamos na contínua evolução da indústria, mas de maneira mais moderada se comparada a 2019”, avalia o banco.

Diante da expectativa de encerramento da flexibilização da política monetária pelo Copom, os analistas acreditam que a valorização dos fundos imobiliários resultará da melhora na atividade econômica.

XP Inc Xp Investimentos Imoveis Setor Imobiliário
Setor de lajes corporativas deve se beneficiar de reajustes (Imagem: Reuters/Amanda Perobelli)

Dentre os setores existentes, destacam-se os fundos de “tijolo” e, especialmente, os de lajes corporativas (escritórios comerciais).

“Em São Paulo, por exemplo, já se vislumbra renovações dos contratos dos aluguéis de 10% a 30% acima da inflação, dependendo da localização do imóvel e da defasagem no valor do contrato em relação à média da região”, projeta o BTG Pactual digital.

Manutenção

Para o mês de fevereiro, os analistas mantiveram o portfólio atual, composto por nove fundos imobiliários.

“Nossa carteira recomendada apresenta um dividend yield anualizado de 5,9% ao ano e um dividend yield para os próximos 12 meses de 5,9% ao ano, enquanto as cotas destes fundos sugeridos negociam com um prêmio para o valor patrimonial de 20%”, explica o banco, em relação à expectativa de pagamento de dividendos e a diferença entre quanto o mercado avalia os fundos e quanto é seu valor contábil.

São Paulo Paulista Imóveis Fundos Imobiliários
Carteira de fevereiro foi mantida pelos analistas (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

Fatores positivos

Por último, os analistas apresentam os motivos para justificar o otimismo com este segmento: cenários macroeconômico e microeconômico positivos, pela junção de juro baixo e retomada da confiança do consumidor aliadas a sólida absorção líquida dos empreendimentos com queda da taxa de vacância.

“Assim, entendemos que o setor imobiliário tende a apresentar uma ótima performance nos próximos anos, com expressiva valorização no valor dos ativos”, conclui o BTG Pactual digital.

Confira a carteira recomendada de fevereiro:

Código Nome Segmento Peso
XPML11 XP Malls Shoppings 15%
HSML11 HSI Malls Shoppings 15%
RBRR11 RBR Rendimento High Grade Ativos Financeiros 10%
BTCR11 BTG Pactual Crédito Imobiliário Ativos Financeiros 10%
XPLG11 XP Log Logística 10%
ALZR11 Allianza Trust Renda  Logística 10%
BRCR11 BTG Pactual Corporate Office Escritórios 15%
SDIP11 SDI Properties Escritórios 10%
VLOL11 Vila Olimpia Corporate Escritórios 5%

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 04/02/2020 - 12:50