Carteira Recomendada

Dividendos: 5 ações para ter na carteira e embolsar retornos de até 14%, segundo Itaú BBA

07 dez 2023, 11:26 - atualizado em 07 dez 2023, 11:26
dividendos
Carteira recomendada do Itaú BBA tem entrada de ação do setor de commodities (Imagem: Getty Images/Canva Pro)

O Itaú BBA realizou apenas uma troca em sua carteira recomendada de dividendos, colocando SLC Agrícola (SLCE3) no lugar de Vibra Energia (VBBR3). A mesma movimentação foi realizada em sua carteira Top 5.

De acordo com os analistas, a produtora de commodities agrícolas tem chamado atenção, com resultados resilientes projetados à frente que geram otimismo em relação à companhia no longo prazo.

O BBA destaca os números de colheita revisados para cima, beneficiados pelo El Niño, pontuando que os olhares devem permanecer voltados para o ritmo de plantio da companhia, dada a irregularidade das chuvas e o ligeiro atraso na próxima semeadura sendo observado no Mato Grosso.

“Nesse contexto, a SLC já plantou 71% da sua área de soja e observou que as culturas têm se desenvolvido bem até agora, sem impactos do fenômeno climático. Vemos o papel como uma boa oportunidade de compra, com um dividend yield de 2024 projetado de mais de 8%”, pontuam.

A carteira de dividendos é composta por cinco ações de empresas que se destacam em termos de remuneração dos investidores por meio de dividendos. Os papéis têm pesos iguais.

“Procuramos selecionar ações que apresentem altos índices de distribuição de dividendos (dividend yield), de empresas com previsibilidade de geração de caixa, o que traz caráter defensivo ao investimento. Não há restrição de concentração setorial nem do número de alterações que podem ser realizadas”, explicam.

Confira a carteira de dividendos do Itaú BBA:

Empresa Código Dividend Yield 2024
B3 B3SA3 3,8%
Caixa Seguridade CXSE3 14,0%
CPFL Energia CPFE3 10,5%
Vale VALE3 13,2%
SLC Agrícola SLCE3 8,6%

Repórter
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin