BusinessTimes

Dividendos da Vivo (VIVT3): Uma ótima notícia para quem ama bons retornos

16 fev 2023, 15:50 - atualizado em 16 fev 2023, 15:50
Loja da Vivo, telefonia, celulares, mobile, shopping, varejo, consumo
Um viva à Vivo (VIVT3): Operadora vai aumentar o retorno de dividendos neste ano e no próximo (Imagem: Money Times/ Márcio Juliboni)

A Vivo (VIVT3) anunciou bons resultados no 4T22. Apesar de vir sem grandes surpresas operacionais, a telecom trouxe ótimas notícias para os amantes de dividendos.

A companhia anunciou ao mercado que pediu permissão para a Anatel para poder realizar uma redução de capital de até R$ 5 bilhões – aproximadamente 7,5% do market cap – que serão retornados aos acionistas.

Dado o volume de capital envolvido e a alavancagem ainda um pouco elevada por causa da aquisição dos ativos da Oi, a redução de capital e os pagamentos provavelmente serão distribuídos entre os anos de 2023 e 2024.

Ainda assim, estamos falando de um incremento de cerca de 3,7 pontos percentuais no dividend yield de 2023 e mais 3,7 pontos percentuais em 2024, o que deve inclusive ajudar a performance das ações, que estão estacionadas nos últimos meses justamente por conta da piora nas perspectivas dos dividendos, em função do impacto negativo do maior endividamento para a aquisição dos ativos da Oi (OIBR3).

Vivo (VIVT3): Resultados sem surpresas, mas resilientes

Sobre os resultados, apesar de não termos visto grandes novidades, a Vivo entregou números resilientes, que apesar de um pouco afetados pela inflação, vieram em linha com as expectativas.

Apesar de uma redução na receita por usuário (ARPU), a Receita Móvel cresceu +13,4%, com bom desempenho tanto no pós-pago como no pré-pago, além de um churn (cancelamento) em queda.

Vivo VIVT3 Telefônica Brasil ações dividendos resultados 4T22 quarto trimestre 2022 renda empiricus
Fonte: Vivo

O segmento fixo segue sendo atrapalhado pelos negócios non-core (voz fixa e cabo). Mesmo assim, a receita fixa core (fibra e IPTV) mais do que compensou, levando a um crescimento consolidado de +3% no fixo.

Aliás, vale a pena notar que…

…Clique aqui para ler o texto completo.