Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Dólar cai nos primeiros negócios após alta da véspera

14/07/2020 - 9:13
dólar
Às 9h04, o dólar à vista tinha queda de 0,30%, a 5,3718 reais na venda (Imagem: REUTERS/Kacper Pempel)

O dólar tinha queda ante o real no começo do pregão desta terça-feira, seguindo fraqueza da moeda ante alguns rivais no exterior após mau humor da véspera por temores sobre a economia depois de novo fechamento de atividades nos Estados Unidos por causa do coronavírus.

Às 9h24, o dólar à vista tinha queda de 0,45%, a 5,3635 reais na venda.

Na B3, o dólar futuro recuava 0,74%, a 5,3665 reais.

No exterior, o dólar perdia 0,15% ante uma cesta de moedas. O dólar cedia 0,7% ante o peso mexicano, 0,5% contra rand sul-africano e 0,3% frente ao peso chileno.

Os futuros de Wall Street subiam, com atenção a relatórios trimestrais de bancos após queda dos índices à vista na segunda-feira.

“Hoje vemos ligeira recuperação das moedas, enquanto o momento para os ativos locais volta a melhorar, com a notícia de que Fundo Norueguês voltou a colocar a Petrobras como empresa elegível a investimentos. Movimento pode gerar fluxos pontuais mas relevantes no câmbio”, disse Luis Laudisio, operador da Renascença.

A Petrobras informou na véspera que voltou a ser elegível para receber investimentos do fundo de pensão norueguês KLP, que possui um patrimônio total de centenas de bilhões. Segundo a Petrobras, a decisão do KLP ocorreu em função do fortalecimento da governança na estatal.

O Banco Central atualizará os dados de fluxo cambial na quarta-feira. Os últimos números mostraram que julho começou com déficit de quase 400 milhões nos primeiros três dias de julho, após rombo de 2,885 bilhões de dólares em junho.

Fluxo negativo aumenta a pressão sobre o dólar, o que tende a elevar o preço da moeda.

O cenário para o fluxo tem sido abalado pela percepção de que a economia brasileira segue pressionada por um conjunto de incertezas de ordem política e fiscal.

Dados do Banco Central mostraram nesta manhã que a atividade econômica medida pelo IBC-Br subiu 1,31% em maio, mas caiu 14,24% sobre o mesmo período de 2019.

(Atualizada às 9h44)

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 14/07/2020 - 9:44

Cotações Crypto
Pela Web