Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Dólar ganha com otimismo de que coronavírus será contido

12/02/2020 - 14:10
Dolar
O dólar ganhava 0,21% em relação ao iene japonês, para 110 ienes (Imagem: Pixabay)

O dólar subia nesta quarta-feira, mas mantinha-se um pouco abaixo das máximas em quatro meses alcançadas um dia antes em relação ao euro, com os investidores colocando mais dinheiro nas bolsas de valores dos Estados Unidos devido ao maior otimismo de que o coronavírus será contido.

A China registrou o menor número de novos casos de coronavírus em quase duas semanas, contribuindo com a previsão feita pelo seu principal consultor médico de que o surto terminará em abril –mas um especialista global alertou que o vírus está apenas começando em outros locais.

“O mercado está relativamente confiante de que a China será capaz de controlar o vírus, embora possa levar algum tempo”, afirmou Steve Englander, chefe de pesquisa global do G10 FX na Standard Chartered, em Nova York. “O fato de que o coronavírus não parece tão letal fora da China é algo que está confortando os mercados.”

Wall Street abriu em recorde de alta. Os investidores ficaram mais confortáveis com o risco, especialmente com a perspectiva de que os bancos centrais provavelmente fornecerão mais acomodações se o coronavírus prejudicar a economia global.

Na terça-feira, o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) Jerome Powell disse ao Congresso que a economia do país norte-americano estava em um lugar favorável, mesmo citando a ameaça potencial do coronavírus na China e algumas outras preocupações de longo prazo.

O dólar ganhava 0,21% em relação ao iene japonês, para 110 ienes.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O euro caía 0,05% contra o dólar, para 1,0909 dólar. Ele caiu para 1,0889 dólar na terça-feira, menor patamar desde 1º de outubro.

O dólar tem se beneficiado em relação ao euro com dados econômicos mostrando uma perspectiva econômica mais favorável aos Estados Unidos do que à zona do euro.

“Os dados econômicos norte-americanos ainda estão superiores a outras economias e a diferença de crescimento com o resto do mundo continua substancial”, afirmou Ugo Lancioni, gerente de portfólio do Neuberger Berman Macro Opportunities FX Fund.

O dólar neozelandês saltou para alta de uma semana após o banco central do país remover a chance de um corte nas taxas de suas projeções futuras. [NZD/](Reportagem de Karen Brettel)

Leia mais sobre: Câmbio, Dólar, Mercados, Moedas, Reuters

Última atualização por Bruno Andrade - 12/02/2020 - 14:10