Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Dólar tem pouca alteração contra real à espera do Copom

05/05/2021 - 9:25
Dólar
Às 10:21, o dólar recuava 0,66%, a 5,3961 reais na venda (Imagem: REUTERS/Gary Cameron)

O dólar passava a cair ante o real nesta quarta-feira, com os investidores à espera de um aumento acentuado nos juros básicos domésticos ao fim da reunião de política monetária do Banco Central, enquanto também monitoravam o clima político em Brasília.

Às 10:21, o dólar recuava 0,66%, a 5,3961 reais na venda, enquanto o dólar futuro negociado na B3 tinha queda de 1,02%, a 5,4035 reais.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC encerra nesta quarta-feira sua reunião de dois dias, com ampla expectativa dos mercados de que ao final dela a taxa Selic será elevada a 3,5%, ante patamar atual de 2,75%.

Em sua última decisão de juros, o Banco Central já havia elevado a Selic a taxa semelhante de 75 pontos-base, ante uma mínima histórica de 2%. Há entre os investidores a visão de que a autarquia busca esfriar as pressões sobre os preços este ano e impedir que as expectativas de inflação para 2022 subam.

Nesta quarta-feira, “o espaço para surpresas é limitado”, disse Ricardo França, analista da Ágora Investimentos. “Mas o mercado aguarda o comunicado que acompanha a decisão, em busca de pistas em relação à condução da política monetária ao longo de 2021.”

Matheus Jaconeli, economista da Nova Futura Investimentos, opinou em comentários que, “juntamente com o aumento, a autoridade monetária tende a adotar um tom altista, embora o hiato do produto ainda esteja elevado”. Ele citou o aumento da inflação e o balanço de riscos atrelados aos possíveis ruídos políticos como fatores de atenção para a condução da política monetária.

Vários especialistas já apontaram um cenário de normalização da taxa de juros ao longo dos próximos meses como um possível fator de apoio para o real, podendo atrair fluxos estrangeiros devido à maior atratividade de rendimentos locais.

Enquanto isso, os investidores seguiam de olho em Brasília.

A CPI da Covid tomará nesta quarta-feira o depoimento do ex-ministro da Saúde Nelson Teich, depois de na véspera Luiz Henrique Mandetta afirmar que o presidente Jair Bolsonaro se aconselhava com um grupo paralelo sobre o enfrentamento ao coronavírus, contando ter participado de reunião no Palácio do Planalto onde foi avaliada possível mudança na bula da cloroquina para utilização contra a Covid-19.

Na frente das reformas estruturais, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou na terça-feira o encerramento da comissão mista da reforma tributária por recomendação de parecer técnico devido ao término de prazo regimental, mas prometeu buscar a melhor forma de aprovar a reformulação possível do sistema de tributos e impostos do país no prazo mais rápido.

O anúncio de Lira ocorreu pouco após o relator da proposta na comissão mista, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), ler o seu parecer no colegiado formado por deputados e senadores com a intenção de produzir um texto de consenso entre as duas Casas do Congresso para facilitar e acelerar sua posterior aprovação.

No exterior, o índice do dólar contra uma cesta de rivais fortes apresentava leve alta nesta manhã. Divisas emergentes pares do real tinham desempenho misto.

Na terça-feira, a moeda norte-americana à vista teve alta de 0,26%, a 5,4322 reais na venda.

O Banco Central anunciou para este pregão leilão de swap tradicional para rolagem de até 15 mil contratos com vencimento em novembro de 2021 e março de 2022.

(Atualizada às 10h32)

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 05/05/2021 - 10:32

Pela Web