Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Drops do Mercado: Brasil – Tô rico, tô pobre

06/04/2017 - 14:25

William Alves é sócio na Valor Gestora de Recursos e escreve em seu blog Bugg

drops

A foto de capa resume bem o sentimento…curto prazo é uma merda…tão mais fácil olhar para trás e vermos do alto da vantagem temporal como tivemos preocupações tolas…já aconteceu com vocês? Tipo se dar conta que as coisas eram mais simples do que pareciam e que na verdade nos estressamos demais a toa.

Enfim gostaria de estar uns meses a frente com a bolsa em 80k dizendo isso a vocês aqui…mas isso ainda é sonho. O curto prazo segue sendo uma merda! Rs

Pregão de ontem foi emblemático em mostrar como vivemos um momento de intensa volatilidade….começamos o dia com indícios interessantes de que as coisas estavam “on track”…tivemos até a notícia de um megaplano na China,super ambicioso que fez preços nas commodities e obviamente nos ajudou…o plano é esse aqui:

Plano Megalomaníaco Chinês

Aí lá pelo meio da tarde voltamos a realidade de que somos reféns dessa tal  “Reforma da Previdência”…a qual quanto menos reformar mais aceita passa a ser pelo bando de Brasília…ontem no meio do dia tivemos o anúncio do placar da reforma e obviamente isso pesou e fez preço. O link para ver quem está contra ou a favor é esse aqui:

PLACAR DA PREVIDÊNCIA

Aí leio isso:

drops

Triste…concessões ao populismo?!?!?! Pode isso Arnaldo??

drops

Po..ja passamos anos de populismo pra chegarmos nisso…aí precisa mais doses de populismo????

Precisa é de um pouco de culhão e políticos decentes….#DóriaPresidente #JoãodoBrasil #GoJohnnyGo

OK…passou…política irrita…mexe com os nervos!

Mas não foi só isso que fez preço…na verdade veja que a ata do FOMC foi MTO mais potente para gerar efeitos no mercado ontem…a ata do FOMC trouxe a perspectiva de que o FED está atento a tamanha expansão de base monetária que foi feita nos últimos anos e pode corrigir isso enxugando liquidez do sistema. FED também chamou atenção para os níveis de valuations esticados no mercado acionário.

“A few participants attributed the recent equity price appreciation to expectations for corporate tax cuts or to increased risk tolerance among investors rather than to expectations of stronger economic growth. Some participants viewed equity prices as quite high relative to standard valuation measures.”

Isso fez pesar o S&P e puxou o VIX….

dropsdrops

Então a reforma da previdência sozinha não faria preço no MSCI de emergentes não é mesmo? Então o que houve é que ela ajudou a empurrarmos mais para baixo, ainda que em linha com o que estava acontecendo lá fora (ibov é a linha e os candles são o MSCI):

drops

Então começamos ricos o dia de ontem e acabamos pobres…que os digam os detentores dos direitos de subscrição de Renova…os RNEW12…

Saindo do dia dia, os sinais dados pela economia essa semana também não ajudaram em nada! Começando pelo mais importante de todos:

  • Produção industrial decepcionou….

Crescimento de +0,1% em fevereiro ante jan17. Além disso o resultado de janeiro foi revisado de -0,1% para -0,2% no comparativo mensal. Mercado estimava +0,5%. No ano, o crescimento é de 0,3% e nos 12 meses encerrados em fevereiro, houve baixa de 4,8%.

Na comparação anual, ou seja, ante fev16 o resultado foi o do gráfico abaixo -0,8% ante estimativas de +0,4%….isso após o avanço de +1,4% de janeiro é um belo banho de água fria nas estimativas de crescimento de nossa economia.

Em termos setoriais, os principais impactos positivos foram nos veículos automotores, reboques e carrocerias (6,1%) e máquinas e equipamentos (9,8%), com ambos revertendo os recuos observados no mês anterior: -8,4% e -6,1%. Por outro lado, entre os onze ramos que reduziram a produção nesse mês, o desempenho de maior importância para a média global foi assinalado por produtos alimentícios (-2,7%), que interrompeu dois meses consecutivos de expansão na produção, período em que acumulou ganho de 1,8%.

drops

  • Dados da Fenabrave. Peguei essa análise do BTG…Em suma números ainda muito fracos mas alguma melhora na margem…

Os  dados da Fenabrave mostraram a venda de 183.9k veículos leves (automóveis e comerciais leves) em março. Na comparação interanual, teve a primeira alta em 27 meses. Na série sazonalmente ajustada (s.a.), observou-se alta de 2.5% m/m em março, após alta de 6.7% m/m em fevereiro. A vendas de caminhões e ônibus seguem deprimidas, mas também reagiram no mês. O avanço de 8.9% m/m s.a. nas vendas caminhões ocorre após alta de 2.7% m/m s.a. em fevereiro, em movimentos ainda modestos frente às quedas dos últimos 2-3 anos. Por sua vez, as vendas de ônibus saltaram 27.6 % m/m para nível praticado no final dos anos 1990. Os números seguem abaixo dos registrados mesmo período de 2016 para caminhões (-18.2% y/y por DU) e ônibus (6.7% y/ y por DU).

drops

CONCLUSÃO

Sigo achando que a figura, a big picture, o cenário é positivo! Como disse na Tônica dessa Semana…mas é óbvio que vai haver muita volatilidade e que qualquer coisa que passa pela política brasileira cansa…e muito!!

Bradesco,recentemente disse: 

Para o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, a retomada do crescimento está muito próxima e, em 2017, o país verá “dois anos em um”.

“O segundo semestre vai ser muito diferente do primeiro. Esse ano cresce 0,5% no PIB [produto interno bruto]. Mas, de julho desse ano até junho do que vem, [o PIB] cresce 3,5% ou 3,6%”, afirmou durante evento do Bradesco nesta terça (4) em São Paulo.

Tem mais a redução do endividamento das famílias que vai acontecendo paulatinamente e a queda da inflação que vai ajudando a liberar parte da renda das famílias. Não sei se vai crescer tudo isso que o Trabuco tá falando, mas teremos um segundo semestre melhor em termos de resultados…tem os juros ajudando….falta ”só” o principal trigger do ano…a Reforma da Previdência. 

Até lá Tô Rico To Pobre

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre:

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:05

Cotações Crypto
Pela Web