Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Duratex tem “crescimento incomparável” e merece preço-alvo maior, avalia BTG

15/10/2020 - 12:15
Duratex DTEX3
Duratex aproveita o hype do mercado de materiais de construção (Imagem: Duratex)

Não é a primeira vez que a Duratex (DTEX3) aparece entre as empresas mais promissoras quando se fala do mercado aquecido de materiais de construção, um dos segmentos que deslancha apesar dos efeitos da pandemia.

Após um bate-papo online com alta administração da companhia na semana passada, a equipe do BTG Pactual (BPAC11) chega afiada com perspectivas de crescimento, potenciais fusões e aquisições e pagamentos de dividendos mais altos colhidas direto da fonte.

“A Duratex deve encerrar o ano com 1,7x dívida líquida/Ebitida (lucro antes de impostos), o que significa que a empresa está em uma posição confortável para assumir novos investimentos. A administração prefere investir em produtividade e melhorar o mix de portfólio”, explicam os analistas Leonardo Correa, Caio Greiner e Ricardo Cavalieri.

A tríade de especialistas revela que o foco da Duratex no momento é “aumentar a capacidade de produtos de valor agregado”.

Já no radar das fusões e aquisições, a companhia avalia que o hype do mercado de materiais de construção pode ter elevado o preço de possíveis alvos.

Olhando para o futuro, a administração acredita que os ganhos de marketshare devem sustentar as taxas operacionais próximas aos níveis de 90%.

“A desvalorização do real também tornou as exportações mais atrativas, o que poderia sustentar taxas operacionais elevadas por mais tempo”, destaca o trio após conversar com os executivos da empresa.

O banco mantém recomendação de compra para os papéis da Duratex, com preço-alvo cotado a R$ 24. A ação subiu nos últimos meses e agora está precificando uma história de crescimento relevante para os lucros futuros.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 15/10/2020 - 12:19