Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ecorodovias opera no azul mesmo com greve afetando balanço

27/07/2018 - 12:44

Ecorodovias

Por Investing.com Após a divulgação dos resultados do segundo trimestre do ano, as ações da Ecorodovias (ECOR3) operam com valorização de 3,43% a R$ 8,41. Entre abril e junho, a companhia registrou lucro líquido de R$ 81,6 milhões, crescimento de 1,9% na comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com a equipe do Morgan Stanley, o Ebitda do segundo trimestre não ficou longe do consenso e também em linha com as recentes indicações da administração da companhia. “Nós ficamos impressionados pela resiliência das margens nas suas operações com rodovias dada a considerável fraqueza no tráfego” escreveu em nota, citando que seus números para a empresa estão em revisão.

A XP Investimentos destaca que o resultado ficou abaixo do consenso devido à greve dos caminhoneiros e também pelo fim da cobrança dos eixos suspensos. O EBITDA proforma foi de R$ 401 milhões, -2,6% a/a e ~6% abaixo da média das estimativas.

O novo cenário resultou em uma queda de 5% no volume de tráfego consolidado no 2T18. Excluindo esses fatores, o tráfego teria aumentado 3% a/a e as receitas de pedágio teriam sido R$ 47,2 milhões mais altas nos cálculos da empresa. A margem EBITDA caiu 0,6 p.p. vs. o 2T17 e o lucro líquido atingiu R$ 82 milhões, + 2% a/a e mais de 10% abaixo do consenso de mercado.

Para a Mirae Asset, o resultado teria sido melhor se não tivesse ocorrido à greve dos caminhoneiros. Os dados de tráfegos de junho/18, das estradas mostrou forte recuperação e acreditamos em continuidade ao longo do ano. “Continuamos recomendando a compra, com potencial de valorização de 39%. Negocia a um múltiplo EV/EBITDA 18 de 4,9x e par 2019 de 4,5x”.

Resultado

A Ecorodovias teve lucro líquido de 81,6 milhões de reais no segundo trimestre deste ano, alta de 1,9 por cento sobre o mesmo período do ano passado, em um desempenho impactado pela paralisação das estradas entre o final de maio e início de junho causada pela greve dos caminhoneiros.

A companhia de concessões de infraestrutura reportou lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) pró-forma de 401,3 milhões de reais entre abril e junho, redução de 2,6 por cento na comparação anual.

O desempenho veio com uma queda de 5,1 por cento no volume de tráfego de veículos pagantes pelos pedágios da companhia ante o segundo trimestre do ano passado. A queda ocorreu em meio aos efeitos da greve dos caminhoneiros e de medidas tomadas pelo governo para encerrar a paralisação, que incluíram a liberação de cobrança de pedágio para eixos suspensos de caminhões.

Segundo a companhia, o tráfego consolidado de abril teve aumento de 5 por cento, mas em maio caiu 17,4 por cento e em junho recuou de 2,6 por cento.

Desconsiderando os efeitos da greve, o tráfego pelas rodovias administradas pela Ecorodovias teria subido 2,8 por cento no segundo trimestre sobre o mesmo período do ano passado.

Segundo a companhia, “a isenção da cobrança de pedágio para eixos suspensos será objeto de reequilíbrio contratual”. As concessões que liberaram a cobrança do terceiro eixo foram Ecovia Caminho do Mar, Ecocataratas, Ecovias dos Imigrantes e Ecopistas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Victor Fermino - 27/07/2018 - 12:46

Cotações Crypto
Pela Web