Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Em busca de resiliência, Guide aposta em JBS, Natura e WEG para outubro

01/10/2020 - 20:55
Mercados Queda Ações
A Guide espera para outubro um cenário de elevada volatilidade, com dúvidas em relação a estabilidade fiscal brasileira sendo o principal foco (Imagem: Reuters/José Manuel Ribeiro)

A Guide realizou três alterações em sua carteira recomendada mensal para outubro, mostra relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (1º).

Com isso, saíram Cyrela (CYRE3), Minerva (BEEF3) e Via Varejo (VVAR3) para dar entrada a JBS (JBSS3), Natura (NTCO3) e Weg (WEGE3).

“Buscamos exposição em empresas com maior presença no mercado internacional, dado o dólar em patamares elevado impulsionando seus resultados”, afirma a corretora.

A Guide espera para outubro um cenário de elevada volatilidade, com dúvidas em relação a estabilidade fiscal brasileira sendo o principal foco.

“Um grande ponto de atenção serão os desdobramentos com relação ao programa Renda Cidadã, além do possível imposto sobre transações financeiras digitais aos moldes da antiga CPMF”, afirmou.

Trocas

Segundo a corretora, a JBS deve continuar sendo a principal empresa a se beneficiar da gripe suína africana na Ásia, com posição de destaque tanto no Brasil quanto nos EUA.

“Apesar dos impactos do coronavírus nas economias globais, a China deve continuar importando bons volumes dos dois países nos próximos meses para suprir a falta de proteínas internamente”, afirmou.

No caso da Natura, a Guide mira o ritmo de crescimento acelerado em receita da companhia, com a expansão das vendas na Europa e Ásia (sendo ainda favorecido pelo cambio desvalorizado).

“Mesmo em meio a pandemia, a empresa aumentou o guidance de sinergias que espera para a integração de suas operações com as da Avon em mais de US$ 100 milhões, atingindo um valor entre US$ 300 e US$ 400 milhões”, argumentou.

Por fim, a corretora sustenta que a WEG, uma das empresas queridinhas na Bolsa neste ano, possui boa performance dentro do setor industrial.

Ela cita algumas vantagens em relação à companhia, como a expansão no cenário externo, o ganho contínuo de market share e a retomada da economia brasileira.

“A empresa tem um mix de produtos diversificado e vem ganhando bastante reconhecimento de marca”, diz.

No mês, a carteira teve desvalorização de 7,2%, enquanto o Ibovespa caiu 4,8%.

Veja o portfólio:

Empresa Ticker Peso (%)
B3 B3SA3 10
BTG Pactual BPAC11 10
Equatorial EQTL3 10
Hapvida HAPV3 10
JBS JBSS3 10
Locaweb LWSA3 10
Natura NTCO3 10
Rumo RAIL3 10
Vale VALE3 10
Weg WEGE3 10

 

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 01/10/2020 - 20:55