Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Em Cuba, Cristina Kirchner diz que não pagará FMI

09/02/2020 - 15:40
Cristina Kirchner
“Se houver uma recessão, ninguém vai pagar sequer meio centavo e a forma de sair da recessão é por meio de muito investimento estatal”, disse Cristina (Imagem: Facebook/Cristina Kirchner)

A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, disse no sábado que o governo do país não pagará “sequer meio centavo” de sua dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI) enquanto o país não sair da recessão.

“A primeira coisa que temos que fazer para poder pagar é sair da recessão”, disse Cristina em uma apresentação de seu livro “Sinceramente” na feira internacional do livro em Havana.

“Se houver uma recessão, ninguém vai pagar sequer meio centavo e a forma de sair da recessão é por meio de muito investimento estatal.”

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

A Argentina precisa reestruturar 100 bilhões de dólares em dívida soberana com credores, incluindo parte de um crédito de 57 bilhões de dólares que o FMI deu ao país em 2018.

As tratativas com o FMI são cruciais para as esperanças argentinas de evitar um calote em meio a uma crise cambial, alta inflação e economia em contração. Uma missão técnica do FMI deve chegar a Buenos Aires na semana que vem para discutir as obrigações da Argentina com o Fundo.

Cristina disse que a Argentina deve ter um “corte substancial” da dívida com o FMI.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Gustavo Kahil - 09/02/2020 - 15:40

Pela Web