Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Em momento crítico da crise do coronavírus, Bolsonaro afirma que “criaram pânico”

03/03/2021 - 13:52
Bolsonaro aproveitou a conversa com apoiadores para atacar a imprensa, afirmando que ignorá-la é a “maneira” (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

No pior momento da pandemia de Covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que “criaram pânico” em torno da nova doença e voltou a criticar medidas mais restritivas adotadas por governadores para conter a disseminação do vírus.

Bolsonaro disse ainda, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, que seu pronunciamento, quando ocorrer, tratará da pandemia e das vacinas, e aproveitou para defender a atuação no processo de imunização.

“Criaram pânico, né? O problema está aí, lamentamos. Mas você não pode entrar em pânico. Que nem a política, de novo, do fique em casa. O pessoal vai morrer de fome, de depressão?”, disse a um dos apoiadores.

As declarações de Bolsonaro ocorrem após o Brasil ter registrado na terça-feira recorde de mortes por Covid-19 em um único dia, com 1.641 novos óbitos, elevando o total desde o início da pandemia para 257.361.

Mais de 10,6 milhões de pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus.

Mesmo um órgão federal, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), destacou, em nota técnica publicada na terça-feira, que a rápida aceleração da pandemia verificada desde janeiro resultou no pior cenário de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em vários Estados e capitais do país, com 19 unidades da Federação apresentando taxas de ocupação de leitos superiores a 80%.

Nesta quarta-, Bolsonaro aproveitou a conversa com apoiadores para atacar a imprensa, afirmando que ignorá-la é a “maneira” de “pensar em coisas sérias”. O presidente disse ainda que “para a mídia, o vírus sou eu”.

“Se você ler a imprensa, você não consegue viver. Então, faz o que eu faço: cancelei desde o ano passado todas as assinaturas de jornais e revistas”, afirmou.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 03/03/2021 - 13:52