Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Em quais fundos imobiliários os grandes investidores estão apostando?

26/04/2020 - 14:14
Apenas quatro fundos imobiliários que estavam na lista dos favoritos em fevereiro continuaram entre os mais investidos em março (Imagem: Unsplash/@guimadaleno)

As incertezas em relação ao coronavírus também geraram muita volatilidade aos fundos de investimentos imobiliários (FIIs) negociados na Bolsa ao longo de março.

Em fevereiro, o Ifix, índice do segmento, teve uma desvalorização de 15,85% e a queda acumulada no ano foi de 22%.

Alguns tipos de fundos imobiliários foram mais impactados do que outros em função das medidas de isolamento social e de restrição da circulação de pessoas e todos os seus reflexos negativos na economia real. Mas para os investidores, em um contexto de diversificação de carteiras e com uma visão de médio e longo prazos, há oportunidades de FIIs no mercado.

Levando em conta essa situação, confira os fundos imobiliários que os grandes investidores dos segmentos private e alta renda escolheram para os seus portfólios em março, segundo o Big Data SmartBrain



Apenas quatro fundos imobiliários que estavam na lista dos favoritos em fevereiro, continuaram entre os mais investidos em março.

O BCFF11, fundo de fundos (FOF) de recebíveis imobiliários do BTG Pactual, permaneceu no primeiro lugar.

O HGRE11, fundo do segmento de lajes corporativas do Credit Suisse Hedging-Griffo, passou da sexta para a segunda posição. Também subiu no ranking, passando da quinta para a terceira colocação, o KNCR11, que é um fundo de títulos imobiliários da gestora Kinea, empresa do grupo Itaú Unibanco.

Outro FII que se manteve entre os Top 10, indo do décimo para o nono lugar, foi o HGLG11, que é da área de galpões logísticos e também está sob gestão da Kinea.

Os novos fundos imobiliários na lista de favoritos são BPFF11, um FOF de títulos de crédito imobiliário com a gestão do Brasil Plural; o KNRI11, um fundo híbrido da Kinea que tem na carteira títulos do setor e empreendimentos e o BRCR11, um fundo de escritórios do BTG Pactual. Também apareceram em março o HGBS11, fundo de shopping centers da Hedge Investments; o GGRC11, da área de imóveis logísticos sob a gestão da CM Capital Markets e o SDIL11, também do segmento logístico que é gerido pela Rio Bravo.

No mês passado, todos os fundos mais procurados tiveram quedas na rentabilidade, de -9,08% (SDIL11) a -21,68% (HGBS11).

Com o simulador de estratégias do Money Times, você pode testar alguns FIIs na sua carteira de investimentos.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 24/04/2020 - 14:33

Pela Web