Comprar ou vender?

Embraer (EMBR3): Bradesco BBI eleva preço-alvo em 45%; hora de comprar?

08 jul 2024, 11:07 - atualizado em 08 jul 2024, 11:07
embraer embr3 (1)
Bradesco BBI eleva preço-alvo da Embraer para R$ 52 (Imagem: Paulo Whitaker/REUTERS)

O Bradesco BBI elevou o preço-alvo de Embraer (EMBR3) para R$ 52 (potencial de alta de 45%), ante R$ 38.

A atualização visa incorporar os US$ 300 milhões oriundos da espera, se com sucesso, no processo de arbitragem contra Boeing e a probabilidade das entregas de aeronaves comerciais atingirem a marca de 100 unidades até 2026, acima das estimativas de 80 aeronaves comerciais a cada ano.

Apesar do recuo de mais de 7% no mês de julho, a alta acumulada da Embraer em 2024 chega a 64%. Os analistas do BBI apontam que EMBR3 ainda não “chegou lá”, no entanto, destacam que, desde setembro de 2023, a ação avançou mais de 80% e superou o Ibovespa (IBOV) em mais de 72 pontos percentuais (p.p).

  • LEIA MAIS: Com o Ibovespa em “apuros”, há ações de muita qualidade em preços extremamente atrativos com recomendação de compra; veja quais no Money Picks

A casa reitera a recomendação de compra e tem Embraer como uma de suas top picks.

Ainda, os analistas apontam que a companhia tem outras opcionalidades que não estão precificadas e ainda não estão incorporadas no preço-alvo, como:

  • a venda de até 80 C390s para a Índia, que poderia adicionar R$ 5,80/EMBR3;
  • o potencial pedido de até 40 C390s para a Arábia Saudita, que poderia adicionar R$ 2,90/EMBR3;
  • o sucesso na certificação da EVE em 2025, que poderia potencialmente aumentar o preço-alvo em R$ 4,20/EMBR3.

Repórter
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.