Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Empresas de beleza cativam consumidores dos EUA em quarentena

07/04/2020 - 16:23
Beleza
O mercado de beleza, no entanto, não sofreu o mesmo impacto. As vendas de produtos para tratamento de unhas, como algodão, deram um salto de 58% na semana passada (Imagem: Freepik/Nikitabuida)

Presa em casa e sem ter para onde ir, Chloe Smith faz questão de arrumar o cabelo e fazer as unhas.

A estudante de 17 anos trocou suas horas marcadas no salão por um tratamento de beleza em casa, completo com um kit de unhas, luz UV para unhas de gel e uma caixa de relaxamento.

Talvez Chloe não precise ir às classes – sua escola na região de Chicago está fechada pelo menos este mês -, mas ela ainda tem postado no TikTok. “Não vou gravar se minha aparência estiver horrível”, disse Chloe, rindo.

Para muitos americanos, as quarentenas e ordens para ficar em casa se traduzem em roupas confortáveis. As vendas on-line de roupas despencaram, já que a insegurança econômica faz com que consumidores reconsiderarem como gastam o dinheiro. Por que investir em uma roupa nova, se não podemos mostrá-la?

O mercado de beleza, no entanto, não sofreu o mesmo impacto. As vendas de produtos para tratamento de unhas, como algodão, deram um salto de 58% na semana passada em comparação com a semana anterior, segundo dados da Nielsen.

As compras de removedor de esmalte também subiram mais de 50% durante o mesmo período. As vendas de tintas para cabelo aumentaram 19%.

Para algumas pessoas, fazer maquiagem e cabelo são uma maneira de passar o tempo. Para outras, cuidar de si é uma pausa tranquilizadora do incansável ciclo de notícias.

E existem pessoas que decidem se cuidar por necessidade. Com os salões fechados no futuro próximo, muitos não têm escolha a não ser descobrir como cortar a própria franja, remover verniz de unhas de gel ou aparar sobrancelhas.

“Estamos fazendo isso por conta própria”, disse Stephanie Smith, que estocou produtos com a filha Chloe nas últimas semanas. Em vez de se preocupar com coisas que estão fora de seu controle, ela faz o cabelo. “Mesmo que não saia do jeito que você quer, você pode colocar algo para se sentir bonita, mesmo quando há coisas feias acontecendo ao seu redor.”

Para as mulheres negras, há um cálculo adicional. Tranças e outros tratamentos de proteção que minimizam o calor dos cabelos naturais geralmente requerem a experiência de profissionais de um salão de beleza.

Os penteados duram várias semanas, mas espera-se que as quarentenas durem mais. Tyra Staples, uma cabeleireira de 45 anos em Chicago, já tem clientes preocupadas com a manutenção.

Ela recomenda usar um gorro para ajudar a manter os cabelos hidratados. Aulas de trança on-line também despontam para ajudar mulheres negras a manter um cabelo saudável.

mercado de beleza e cuidados pessoais, que movimenta US$ 85 bilhões nos EUA, é impulsionado por mulheres que frequentam regularmente os salões de manicure e pedicure, fazem sobrancelhas, alisam e pintam o cabelo, enquanto homens sentam nas cadeiras de barbeiros no intervalo de algumas semanas.

Esse mercado foi paralisado repentinamente em março, quando governadores dos EUA fecharam empresas não essenciais para ajudar a conter a propagação do vírus e pediram aos residentes que ficassem em casa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: Bloomberg, Consumo, Empresas, EUA, Internacional

Última atualização por Renan Dantas - 07/04/2020 - 16:23