Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Energy China assina acordos para construir parque eólico e usina solar no Brasil

21/12/2020 - 10:34
Energias Renováveis Solar Eólica ESG
O segundo contrato envolve a construção de uma central de geração solar fotovoltaica com capacidade instalada de 638 megawatts, também no Rio Grande do Norte (Imagem: Reuters/Thomas Bohlen)

A Energy China, também conhecida pela sigla CEEC, anunciou nesta segunda-feira a assinatura de dois contratos para a construção de projetos de energia renovável no Brasil.

Um dos acordos envolve a implementação de uma parque eólico com capacidade de 231 megawatts no Rio Grande do Norte, além de equipamentos associados, como subestação e linha de transmissão, de acordo com comunicado divulgado pela companhia junto à reguladora da bolsa de Hong Kong.

O segundo contrato envolve a construção de uma central de geração solar fotovoltaica com capacidade instalada de 638 megawatts, também no Rio Grande do Norte, além de subestação e instalações de transmissão.

A companhia disse que ambos os contratos foram assinados por sua subsidiária Gezhouba Group International Engineering Co (CGGC), na modalidade EPC, que compreende engenharia, gestão de compras e construção.

A Energy China não informou quem contratou os serviços de construção das usinas no Brasil e nem forneceu detalhes adicionais sobre os projetos.

O grupo Energy China tem em seu histórico de obras a construção do complexo hidrelétrico Três Gargantas, o maior do mundo, na China, com capacidade instalada de 22,5 mil megawatts, segundo informações do site da companhia.

No Brasil, a empresa participou da construção de linhas de transmissão da hidrelétrica de Belo Monte.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 21/12/2020 - 10:34