Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

ETFs de mercados emergentes têm saída recorde de US$ 3,73 bilhões

02/03/2020 - 17:20
Mercados Ibovespa
Essa foi a maior saída de recursos em uma semana desde que a Bloomberg começou a compilar os dados em 2016 (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Os investidores retiraram um recorde de US$ 3,73 bilhões de fundos negociados em bolsa dedicados a mercados emergentes na semana passada, quando o coronavírus desencadeou uma das maiores ondas de vendas desde a crise financeira global de 2008.

Essa foi a maior saída de recursos em uma semana desde que a Bloomberg começou a compilar os dados em 2016. Na semana anterior, os ETFs listados nos EUA que investem em países em desenvolvimento e aqueles que visam países específicos tiveram saídas de US$ 142,9 milhões.

No acumulado do ano, o fluxo está positivo em apenas US$ 569,2 milhões.

As saídas foram impulsionadas por alguns dos maiores fundos do mercado.

O fundo da BlackRock iShares MSCI Emerging Markets, conhecido como EEM, que tem US$ 25,3 bilhões em ativos, perdeu US$ 1,5 bilhão, enquanto o iShares Core MSCI Emerging Markets, de US$ 55,3 bilhões, sofreu uma retirada de US$ 810 milhões na semana passada – ambos os saques foram os maiores desde agosto.

O iShares JP Morgan USD Emerging Markets Bond, de US$ 15,6 bilhões, perdeu US$ 215 milhões.

As bolsas dos mercados emergentes registraram a maior perda semanal desde 2011 na semana passada, quando o coronavírus se espalhou pelo mundo, da Coréia do Sul ao Irã e Brasil. Mais de US$ 1,1 trilhão foram apagados do valor das ações e títulos das nações em desenvolvimento no período.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Renan Dantas - 02/03/2020 - 17:20