Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

EUA: clima deve ser tema de debate em campanha eleitoral

05/11/2019 - 8:22
Ontem, Trump disse a simpatizantes que havia cumprido a promessa. “Eu anunciei a saída dos Estados Unidos do horrível, caro e unilateral Acordo Climático de Paris.” (Imagem: REUTERS/Tom Brenner)

Os Estados Unidos anunciaram, nessa segunda-feira (4), ter enviado à Organização das Nações Unidas (ONU) uma notificação oficial sobre sua saída do Acordo de Paris, cujo objetivo é tratar do aquecimento global.

A saída entrará em vigor no dia 4 de novembro do ano que vem, um dia depois da eleição presidencial do país.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já vinha prometendo retirar-se do pacto antes de tomar posse, tendo em vista o setor de carvão.

Ontem, Trump disse a simpatizantes que havia cumprido a promessa. “Eu anunciei a saída dos Estados Unidos do horrível, caro e unilateral Acordo Climático de Paris.”

Importantes pré-candidatos democratas à presidência estão prometendo trazer o país de volta ao pacto. Debates acalorados sobre o assunto deverão ocorrer durante a campanha eleitoral.

O ex-vice-presidente Joe Biden divulgou mensagem no Twitter dizendo que “Trump continua abandonando a ciência e nossa liderança internacional. É uma vergonha.”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O senador Bernie Sanders também criticou a decisão, afirmando que não há do que se orgulhar.

O Acordo de Paris foi assinado depois da conferência sobre clima da ONU, realizada em Paris em 2015.

Um total de 187 participantes concordaram em tentar reduzir as emissões globais de gases causadores do efeito estufa para virtualmente zero até 2050.

Última atualização por Vitória Fernandes - 05/11/2019 - 8:22