Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

EUA dizem que Coreia do Norte tem ogiva nuclear que pode ser levada em míssil

08/08/2017 - 19:42

Da Agência EFE

A Coreia do Norte conseguiu produzir uma ogiva nuclear pequena o suficiente para ser instalada em um de seus mísseis balísticos, de acordo com um relatório da Agência de Inteligência de Defesa dos Estados Unidos (DIA, na sigla em inglês)  revelado nesta terça-feira (8) pelo jornal The Washington Post. A informação é da EFE.

A descoberta foi incluída em uma análise confidencial realizada em julho pela DIA e foi revelada pouco depois de as agências de inteligência americanas terem elevado suas estimativas sobre o número de armas nucleares de Pyongyang para 60.

“A comunidade de inteligência avalia que a Coreia do Norte produziu armas nucleares para envio mediante mísseis balísticos que incluem a categoria de mísseis intercontinenais”, indica o documento obtido pelo Washington Post.

Mais cedo, a Coreia do Norte ameaçou realizar “medidas estratégicas e ações físicas” como resposta às sanções adotadas no sábado (5) contra o país pelo Conselho de Segurança da ONU, que classificou os testes do regime de Kim Jong-un como “atos terroristas e ilegais”.

Após um mês de negociações, a resolução para vetar as exportações norte-coreanas de carvão, ferro, chumbo e mariscos foram aprovadas pelo Conselho de Segurança da ONU, com apoio da Rússia e da China, principal aliada do governo de Pyongyang. Além disso, foram implementadas novas sanções contra empresas e entidades que apoiem os programas armamentísticos do país.

Míssil intercontinental

As sanções foram uma resposta ao lançamento de míssil balístico intercontinental feito pela Coreia do Norte em 4 de julho, o primeiro da história do país. No dia 28 do mesmo mês, Pyongyang voltou a realizar um novo teste com o armamento, apesar das denúncias dos EUA e de grande parte da comunidade internacional.

O regime de Kim Jong-un defende que seu programa nuclear pretende dissuadir os EUA de uma eventual invasão. A reportagem do The Washington Post foi publicada depois do presidente dos EUA, Donald Trump, ter afirmado hoje que será “duro e decidido” sobre os perigos representados pela Coreia do Norte.

Trump comemorou que diversos países estejam se unindo para enfrentar as ameaças de Pyongyang após “anos de fracasso”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por - 05/11/2017 - 13:58

Cotações Crypto
Pela Web