Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

EUA reportam quase 1 milhão de casos diários de Covid-19 e estabelecem novo recorde mundial

04/01/2022 - 16:07
Eua, Coronavírus
Em geral, os Estados Unidos registraram uma média diária de 486 mil casos na última semana, taxa que dobrou em sete dias e supera em muito a de qualquer outro país (Imagem: Reuters/Alyssa Pointer)

Os Estados Unidos estabeleceram um recorde global de quase 1 milhão de novas infecções por Covid-19 reportadas na segunda-feira, de acordo com um levantamento da Reuters, quase o dobro do pico do país, que era de 505.109, atingido apenas uma semana atrás, com a altamente contagiosa variante Ômicron sem mostrar sinais de desaceleração.

O número de pacientes hospitalizados com Covid-19 aumentou quase 50% na última semana e agora ultrapassa os 100 mil, segundo análise da Reuters, a primeira vez que esse limite foi atingido desde o pico de inverno nos EUA, um ano atrás.

Em geral, os Estados Unidos registraram uma média diária de 486 mil casos na última semana, taxa que dobrou em sete dias e supera em muito a de qualquer outro país.

As 978.856 novas infecções de segunda-feira incluem alguns casos de sábado e domingo, quando muitos Estados não reportaram dados.

A média de óbitos diários por Covid-19 nos EUA ficou razoavelmente estável ao longo de dezembro e no início de janeiro, em cerca de 1.300, de acordo com a contagem da Reuters, embora as mortes normalmente reflitam nos dados após as leituras de casos e hospitalizações.

A Ômicron parece ser transmitida muito mais facilmente do que as variantes anteriores do vírus. A cepa foi estimada como responsável por 95,4% dos casos de coronavírus identificados nos Estados Unidos em 1º de janeiro, informou o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) nesta terça-feira.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse nesta terça-feira que as evidências até agora sugerem que a Ômicron está causando formas menos graves da doença.

No entanto, as autoridades de saúde pública alertaram que o grande volume de casos de Ômicron ameaça sobrecarregar os hospitais, alguns dos quais já estão lutando para lidar com uma onda de pacientes com Covid-19, principalmente entre os não vacinados.

O governador de Maryland, Larry Hogan, declarou estado de emergência de 30 dias nesta terça-feira e mobilizou 1.000 membros da Guarda Nacional para operações de resposta à pandemia enquanto as hospitalizações por Covid-19 no Estado atingem um recorde de mais de 3 mil, uma alta de mais de 500% nas últimas sete semanas, disse Hogan.

“A verdade é que as próximas quatro a seis semanas serão os momentos mais desafiadores de toda a pandemia”, disse Hogan a repórteres. “Nossas projeções mais recentes a partir de hoje mostram que as hospitalizações por Covid-19 podem chegar a mais de 5 mil, o que seria mais de 250% maior do que nosso pico anterior de 1.952 no ano passado.”

Delaware, Illinois, Ohio e Washington D.C. também reportaram números recordes de pacientes hospitalizados com Covid-19 nos últimos dias.

O CDC recomendou nesta terça-feira a redução do intervalo entre a segunda dose e a dose de reforço da vacina contra Covid-19 da Pfizer-BioNTech de seis para cinco meses, um dia após a Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) fazer um movimento semelhante.

Última atualização por André Luiz - 04/01/2022 - 16:07

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto