Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Eucatex nega que venderá ações para pagar multa de US$ 230 mi da Prefeitura de SP

08/07/2020 - 20:36
Em notícia veiculada em fevereiro, o Estadão afirmou que o valor da multa de Paulo Maluf saíra de um leilão de quase metade das ações da Eucatex. (Imagem: Facebook Eucatex)

A Eucatex (EUCA3), ligada à família Maluf, voltou a negar que irá vender ações para quitar uma indenização de cerca de US$ 230 milhões cobrada pela Prefeitura de São Paulo, mostra documento enviado ao mercado nesta quarta-feira (8).

Em notícia veiculada em fevereiro, o Estadão afirmou que o valor da multa de Paulo Maluf saíra de um leilão de quase metade das ações da Eucatex.

“O texto equivocado anunciou um pretenso leilão de ações da companhia de capital aberto, razão pela qual em 03 de março de 2020 a Eucatex informou desconhecer a veracidade da matéria veiculada. Desde então, a empresa tem buscado informações perante o Ministério Público Federal, Prefeitura de São Paulo e o jornal Estadão, sem retorno até o momento”, informou a empresa.

O valor cobrado pela prefeitura, segundo o Ministério Público de São Paulo, é fruto de superfaturamento de obras entre 1993 e 1996. No ano passado, Maluf devolveu cerca de US$ 35 milhões para cidade.

Veja o documento na íntegra:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: Ações, Empresas, Eucatex, MPF, Paulo Maluf

Última atualização por Renan Dantas - 09/07/2020 - 2:08