Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Existem oito fundos imobiliários mais “apetitosos” em dezembro, indica BB Investimentos

06/12/2019 - 18:51
Shopping Varejo
Shoppings, galpões logísticos e prédios comerciais compõem carteira dos fundos (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

A popularidade dos fundos imobiliários cresce constantemente, com investidores procurando alternativas seguras de retorno diante da menor atratividade da renda fixa com a tendência de queda da Selic.

Dentre as inúmeras vantagens desta modalidade, há a possibilidade de exposição a empreendimentos comerciais de alto padrão, que possuem como locatárias as maiores empresas do Brasil, e a isenção de pagamento de Imposto de Renda.

Diante deste panorama positivo, o BB Investimentos divulgou carteira recomendada de fundos imobiliários para o mês de dezembro, composta por oito ativos dos mais diversos segmentos, como empresarial, logístico e shoppings.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Melhora no setor

Inicialmente, os analistas Victor Penna e Kamila Oliveira apontam os recentes cortes na taxa de juros doméstica como um dos “principais fatores que tem impulsionado o mercado de fundos imobiliários, diante da forte migração de investidores da renda fixa para a renda variável”.

“Temos observado uma evolução na atividade econômica doméstica”, avaliam, ao ressaltarem a melhora nos indicadores ligados ao setor de serviço e ao comércio, “o que resulta na melhora da confiança do consumidor e do empresariado, e na consequente retomada dos investimentos”.

Indústria
Melhora da atividade econômica indica retomada dos investimentos (Imagem: Reueters/Ina Fassbender)

Na avaliação do BB Investimentos, o mercado imobiliário se beneficia do aumento da demanda por aluguéis, tanto de lajes corporativas, como de galpões logísticos, resultando na queda da vacância e no aumento do preço de aluguel por metro quadrado.

Portfólio

Em relação a carteira recomendada do mês de novembro, não houve quaisquer alterações, com os oito ativos permanecendo no portfólio.

A carteira é composta por ativos com exposição aos setores de escritórios, logística, shoppings e recebíveis imobiliários.

Confira a carteira recomendada de dezembro

Código Nome Peso Cota em 06/12/2019 (R$)
KNRI11 Kinea Renda Imobiliária 12,5% 180,00
GGRC11 GGR Covepi 12,5% 143,00
XPLG11 XP Log 12,5% 130,00
BCRI11 Banestes Recebiveis Imobiliarios 12,5% 122,70
HGCR11 CSHG Recebíveis Imobiliários 12,5% 119,50
RBRR11 RBR Rendimento High Grade 12,5% 105,65
HGBS11 CSHG Brasil Shopping 12,5% 287,1
VISC11 Vinci Shopping Centers 12,5% 134,88

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 06/12/2019 - 18:51