Exportação de milho do Brasil deve avançar a 4,8 mi t em julho, diz agência Cargonave

04/07/2022 - 15:08
Milho
Com o avanço da colheita da segunda safra de milho, que deve ser recorde, os embarques brasileiros tendem a ficar mais fortes nos próximos meses (Imagem: Reuters/Henry Romero)

A exportação de milho do Brasil em julho foi estimada nesta segunda-feira em 4,8 milhões de toneladas, aumento de 1,8 milhão de toneladas ante o mesmo mês de 2021, segundo levantamento da agência marítima Cargonave, com base na programação de navios para embarques.

Com o avanço da colheita da segunda safra de milho, que deve ser recorde, os embarques brasileiros tendem a ficar mais fortes nos próximos meses, enquanto no ano passado as lavouras sofreram o impacto de seca e geadas, que reduziram a oferta para vendas externas.

Por outro lado, a exportação de soja do país deve ficar mais fraca após a colheita de uma safra menor no primeiro semestre ante 2021, e está estimada em 6,3 milhões de toneladas, ante 7,9 milhões em julho do ano passado, segundo a Cargonave.

A exportação de farelo de soja foi projetada em 1,7 milhão de toneladas, estável na comparação anual.

Siga o Money Times no LinkedIn!

Fique bem informado, poste e interaja com o Money Times no LinkedIn. Além de ficar por dentro das principais notícias, você tem conteúdo exclusivo sobre carreira, participa de enquetes, entende sobre o mercado e como estar à frente no seu trabalho. Mas não é só isso: você abre novas conexões e encontra pessoas que são uma boa adição ao seu network. Não importa sua profissão, siga o Money Times no LinkedIn!

Última atualização por Rafael Borges - 04/07/2022 - 15:08

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto