Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Fabricantes de jatos executivos focam em demanda crescente durante feira em Las Vegas

11/10/2021 - 17:40
A feira também vai lançar luz sobre a cadeia de sortimento da indústria da aviação, afetada pela crise logística (Imagem: REUTERS/David Becker)

Fabricantes de aviões vão revelar novas encomendas no maior evento de aviação executiva do mundo nesta semana em Las Vegas, de olho em aproveitar o aumento da demanda embora executivos alertem para problemas de capacidade.

A feira de aviação de Las Vegas organizada pela Associação Nacional de Aviação de Negócios (NBAA, na sigla em inglês) volta a ser no formato presencial, testando a força de demanda por jatos executivos após a pandemia.

A feira também vai lançar luz sobre a cadeia de sortimento da indústria da aviação, afetada pela crise logística que tem impactado uma série de setores econômicos ao redor do mundo.

A Embraer (EMBR3) anunciou nesta segunda-feira que vendeu 100 jatos executivos Phenom 300E em um contrato com preço de tabela de mais de 1,2 bilhão de dólares acertado com a NetJets, as entregas começam em 2023.

Flexibilização e aumento da demanda por voos

A flexibilização de restrições geradas por medidas de isolamento social e o apelo da aviação privada levaram a um inesperado incremento na demanda por voos executivos, com o tráfego subindo em relação aos níveis de 2019.

Essa demanda está sendo atendida por operadores de jatos privados e ampliando a carteira de encomendas de fabricantes de aeronaves, o que tem pressionado a oferta de aviões, componentes e até de pilotos.

Craig Ross, presidente da Aviation Portfolio, que assessora clientes de jatos executivos, afirmou que está vendo casos de voos sendo cancelados por falta de pilotos e atrasos gerados por falta de componentes para manutenção de aeronaves.

“Todo mundo vai falar sobre a mesma coisa: ‘Como lidamos com esta demanda'”, disse Ian Moore, vice-presidente comercial da VistaJet. “Tenho certeza que será um assunto em todos os estandes e todas as vendas em Las Vegas neste ano.”

Uma das principais fornecedoras do setor, Honeywell (HONB34), prevê um aumento de 50% nas horas voadas por jatos executivos em 2021 sobre o ano passado.

Mas a indústria ainda tem que se recuperar em relação às 1.300 entregas de aviões registradas em 2008, antes da crise financeira internacional, afirmou o analista Brian Foley, em relatório recente.

Foley espera cerca de 700 entregas de jatos executivos em 2021, com um aumento de produção previsto para começar em 2022, conforme os fabricantes ganham confiança que o aumento na demanda é sustentável.

Por exemplo, enquanto a Cessna está aumentando produção para atender a demanda apesar dos problemas no fornecimento de peças, a Bombardier está esperando para ver como as encomendas evoluem.

“Retomamos a carteira de pedidos e gosto que os preços estão se firmando. Mas é uma questão de oferta e demanda”, disse o presidente-executivo da Bombardier, Éric Martel, em entrevista recente.

Alguns fabricantes de aviões afirmam que estão vendo sinais de uma bolha similar à demanda vista antes do crash da crise financeira internacional, que os deixou com jatos sem compradores, disse um executivo de uma fabricante de aeronaves executivas, pedindo para não ser identificado.

“Alguns estão se perguntando se isso é real ou se é 2007 de novo.”

Última atualização por Rafaella Bertolini - 11/10/2021 - 17:44

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web