Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Facebook aceita auditoria no controle de discurso de ódio

30/06/2020 - 12:43
Facebook FB
O escopo e o cronograma da auditoria ainda estão sendo finalizados, disse o Facebook (Imagem: Unsplash/@alexhaney)

O Facebook (FB) disse na segunda-feira que se submeterá a uma auditoria sobre como controla o discurso de ódio, numa tentativa de apaziguar o crescente boicote publicitário à sua plataforma, enquanto se prepara para se dirigir a um grupo de anunciantes nesta terça-feira.

A medida ocorre após grandes anunciantes, como Unilever e Starbucks, assinarem a campanha “Stop Hate for Profit”, iniciada por grupos de direitos civis dos EUA, que pedem que as marcas interrompam seus anúncios no Facebook em julho para pressionar a gigante de mídia social para fazer mais para acabar com o discurso de ódio.

O Media Rating Council (MRC), empresa de medição de mídia, conduzirá a auditoria para avaliar como o Facebook protege os anunciantes de aparecerem ao lado de conteúdo nocivo e a precisão dos seus relatórios em determinadas áreas.

O escopo e o cronograma da auditoria ainda estão sendo finalizados, disse o Facebook.

Carolyn Everson, vice-presidente de soluções de marketing global do Facebook, deve dirigir-se a um grupo de anunciantes nesta terça-feira, de acordo com um executivo de uma agência de publicidade que estará presente.

O Facebook anunciou na semana passada que colocaria um aviso no conteúdo que viole suas políticas, mas a medida não satisfez os organizadores do boicote, que planejam mobilizar mais anunciantes globais para participar da campanha.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Bruno Andrade - 30/06/2020 - 12:43