Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Farmacêutica que tratou Trump afirma que terapia para Covid-19 reduz carga viral

29/10/2020 - 7:45
Reguladores dos EUA avaliam o coquetel de anticorpos para uma autorização de uso emergencial para pacientes de alto risco  (Imagem: Reuters/Dado Ruvic)

A Regeneron Pharmaceuticals disse que dados de um ensaio clínico em estágio final sugerem que sua terapia com coquetel de anticorpos para a Covid-19 reduz significativamente os níveis de vírus e a necessidade de mais cuidados médicos.

Os resultados oferecem outro sinal positivo na corrida para encontrar tratamentos para o coronavírus. Pacientes não hospitalizados que receberam a terapia tinham 57% menos probabilidade de necessitar de cuidados médicos posteriormente, e 2,8% dos que receberam o anticorpo e 6,5% dos que receberam placebo foram atendidos por um profissional de saúde em 29 dias.

A empresa com sede em Tarrytown, Nova York, compartilhou os resultados com reguladores dos EUA, que atualmente avaliam o coquetel de anticorpos para uma autorização de uso emergencial para pacientes de alto risco com casos leves a moderados de Covid.

A terapia da Regeneron foi administrada ao presidente dos EUA, Donald Trump, no início do mês, depois que ele testou positivo para o coronavírus.

Como a terapia mostrou benefícios semelhantes com doses altas e baixas, a Regeneron avalia uma mudança na dosagem usada em outros estudos ambulatoriais em andamento. Uma dose mais baixa pode ajudar a estender o limitado estoque disponível do medicamento.

O tratamento parece ser o mais eficaz para pessoas com maior risco, como pacientes idosos e com outros problemas de saúde, como obesidade, doenças cardíacas, pulmonares, de fígado ou renal, disse a empresa.

Donald Trump
A terapia da Regeneron foi administrada ao presidente dos EUA (Imagem: Reuters/Carlos Barria)

Pacientes que apresentavam níveis virais mais altos, ou que produziam níveis mais baixos de anticorpos, tinham maior probabilidade de responder ao tratamento.

“Continuamos a observar efeitos mais fortes em pacientes que estão em maior risco de resultados ruins devido à alta carga viral”, disse o diretor científico da empresa, George Yancopoulos.

O tratamento da Regeneron, chamado REGN-COV2, consiste em dois anticorpos monoclonais contra a chamada proteína spike do coronavírus. É considerado um dos possíveis tratamentos mais promissores para o coronavírus em estudo.

Resultados preliminares de um ensaio clínico lançado pela Regeneron em setembro mostraram que o medicamento pode ajudar a tratar pacientes com coronavírus não hospitalizados, reduzindo os níveis e sintomas do vírus, disse a empresa.

Outras empresas que testam tratamentos de anticorpos incluem a Eli Lilly, AstraZeneca e GlaxoSmithKline com a parceira Vir Biotechnology.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 29/10/2020 - 7:45