Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Feliz 2021! Para Safra, lucro do Itaú só crescerá no ano que vem

15/01/2020 - 22:33
Itaú
Pressão: fatores externos vão pressionar resultados do Itaú em 2020 (Imagem: Bloomberg)

O Itaú Unibanco (ITUB4), definitivamente, não terá um ano fácil. A avaliação, que começa a se difundir entre analistas de várias instituições, foi engrossada pelo Banco Safra nesta quarta-feira (15). “Em nossa visão, lucros comprimidos podem ser o melhor dos cenários [para 2020]”, afirmam Luis Azevedo e Silvio Dória, que assinam a análise.

O Safra ressalta, contudo, que as atividades principais do Itaú continuarão “postando bons números” nos próximos meses. Para os analistas, os fatores que vão atrapalhar o banco não foram gerados por ele. São os casos dos impostos maiores, juros menores e o limite da cobrança de juros no cheque especial.

Como se sabe, o Conselho Monetário Nacional (CMN) determinou, com o endosso do Banco Central (BC), um teto de 8% ao mês (equivalente a 151,8% ao ano) para os juros cobrados de quem entra no cheque especial. Mesmo expressiva, a taxa é muito menor que os mais de 300% que vigoravam em novembro, quando a decisão foi anunciada.

“O cheque especial exerce um impacto negativo adicional sobre a última linha do banco”, afirma o Safra. Sem esperar muito do Itaú para 2020, os analistas já se voltam para 2021. Segundo eles, o ano que vem “deve ser um ano de números melhores”.

Freio

O relatório do Safra é resultado de um roadshow que o banco realizou com executivos do Itaú pelas cidades de São Paulo e Rio Janeiro. Além das expectativas para o ano, o documento informa também que, após fechar 400 agências em 2019, o Itaú deve desacelerar neste ano.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

E acrescentam: “com uma base comparativa melhor, o Itaú deverá mostrar novamente elevação nos ganhos. Além disso, reforçamos que, em termos de NII [Net Interest Income – a receita gerada pelos juros], portfólio de empréstimos, provisões, tarifas e custos, acreditamos que o Itaú continuará a entregar bons números, como sempre.”

De qualquer modo, o Safra reitera sua recomendação de outperform (desempenho esperado acima da média do mercado) para as ações do Itaú, com preço-alvo de R$ 39 – o que implica uma valorização de 13% sobre a cotação de referência.

Última atualização por Márcio Juliboni - 16/01/2020 - 13:00