Fertilizantes: Yara reverte lucro e tem prejuízo líquido de US$ 143 mi no 3º trimestre

20/10/2021 - 9:57
Fertilizantes
O lucro por ação foi de US$ 1,33 por ação, ante valor de US$ 0,88 por ação no terceiro trimestre de 2020 (Imagem: Pixabay/Nottmpicture)

A fabricante norueguesa Yara Fertilizantes reverteu o lucro líquido de US$ 340 milhões (US$ 1,27 por ação) registrado no terceiro trimestre de 2020, para um prejuízo líquido de US$ 143 milhões no terceiro trimestre de 2021. O lucro por ação foi de US$ 1,33 por ação, ante valor de US$ 0,88 por ação no terceiro trimestre de 2020.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) aumentou 16,2%, para US$ 750 milhões. Ao excluir itens especiais, o Ebitda do terceiro trimestre deste ano foi 37% maior quando comparado com igual intervalo de 2020, para US$ 765 milhões.

A empresa atribui o resultado, principalmente, por uma perda líquida a partir da conversão de moeda estrangeira, que decorre das posições de dívida em dólares norte-americanos ante o real brasileiro e a coroa norueguesa.

A divisa norte-americana apreciou em relação a essas moedas em 9% e 3%, respectivamente, no período. Outro fator, foi a perda de financiamento interno de posições na moeda brasileira ante o euro e a coroa norueguesa.

Além disso, as entregas de produtos da companhia foram 1,67% menores em comparação com o terceiro trimestre do ano anterior e atingiram 9,954 milhões de toneladas.

A Yara informou que o recuo nas entregas no terceiro trimestre decorre da queda na demanda na Europa, América do Norte e Brasil, que foi parcialmente compensada pelo incremento do volume entregue na África e Ásia.

A produção de fertilizantes acabados da companhia no período registrou alta de 1,77%, para 5,453 milhões de toneladas, enquanto a produção de amônia caiu 6,6%, para 1,819 milhão de toneladas.

De acordo com a companhia, a produção em instalações europeias de amônia foi reduzida em 40% da capacidade, como resultado dos altos preços do gás natural.

O resultado negativo marca um retorno da trajetória de queda após a alta na receita verificada no segundo trimestre. Após a demanda global por fertilizantes ter arrefecido no início deste ano em virtude das incertezas relacionadas à pandemia do novo coronavírus, o mercado de fertilizantes ensaiou um processo de recuperação no segundo semestre do ano.

Última atualização por Rafael Borges - 20/10/2021 - 10:08

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web