Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Forte demanda provoca escassez de barras pequenas de ouro

02/04/2020 - 10:26
Ouro
Alguns revendedores correm atrás de clientes dispostos a vender suas barras e moedas de ouro e oferecem um prêmio raro em relação aos preços à vista (Imagem: REUTERS/Edgar Su)

Quando as pessoas estão preocupadas com o futuro, recorrem ao ouro para proteger as economias. Isso não poderia ser mais verdadeiro no cenário atual.

A demanda crescente e gargalos causados pela pandemia de coronavírus provocam escassez de pequenas barras de ouro, mais populares entre consumidores. Os que conseguem encontrar o metal precioso precisam pagar o preço – bem acima das cotações por onça dos mercados financeiros de Londres e Nova York.

Alguns revendedores correm atrás de clientes dispostos a vender suas barras e moedas de ouro e oferecem um prêmio raro em relação aos preços à vista. Outros desistiram de tentar negociar.

“As pessoas querem comprar, não vender ouro”, disse Mark O’Byrne, fundador da GoldCore, um revendedor com sede em Dublin. “Temos uma lista de espera de compradores e enviamos um e-mail a nossos clientes, para saber quem deseja vender ouro. Atualmente, existem apenas um ou dois vendedores para cada 99 compradores.”

O tamanho é uma das principais razões para a falta de barras. Embora haja muito ouro em um grande centro de negociações como Londres, bancos e outros investidores institucionais normalmente usam barras grandes de 400 onças.

O tamanho não é prático para uma pessoa comum, que pode não querer gastar mais de US$ 600 mil em uma única barra. Em vez disso, investidores de varejo preferem kilobars (cerca de 32 onças), barras de 1 onça e moedas, ou ainda menores.

Esses itens menores estão cada vez mais difíceis de encontrar por vários motivos. Primeiro, claro, a demanda deu um salto. Mas também há pressão sobre a oferta, já que as viagens globais estão suspensas e algumas refinarias e casas da moeda pararam de operar ou limitaram a produção devido a bloqueios locais.

Os prêmios no mercado de varejo “explodiram”, disse Markus Krall, presidente da varejista alemã de metais preciosos Degussa. O preço médio dos produtos nas lojas está entre 10% e 15% acima dos preços spot, algo nunca visto antes por ele, que também não se lembra de uma demanda tão alta.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Vitória Fernandes - 02/04/2020 - 10:26