Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Fortescue vê recuperação chinesa e maior exportação de minério

30/04/2020 - 8:39
Minério de Ferro
A empresa com sede em Perth, na Austrália, projeta exportações anuais de 175 a 177 milhões de toneladas em relação à previsão anterior de 170 a 175 milhões de toneladas (Imagem: twitte/Fortescue Metals)

A Fortescue Metals, quarta maior exportadora global de minério de ferro, elevou as projeções para os embarques no ano diante da percepção de que a recuperação da China ganha ritmo depois da paralisação causada pelo coronavírus.

A empresa com sede em Perth, na Austrália, projeta exportações anuais de 175 a 177 milhões de toneladas em relação à previsão anterior de 170 a 175 milhões de toneladas.

Os estoques de minério de ferro da China estão em queda, e a produção de aço tem se mostrado resiliente, disse a empresa no balanço trimestral na quinta-feira.

“Podemos dizer que a China se recuperou e crescerá ainda mais porque suas encomendas, principalmente de minério de ferro australiano, são muito fortes”, disse o presidente do conselho da Fortescue, Andrew Forrest, em entrevista à Bloomberg Television. “Estamos vendendo tudo o que podemos produzir – a carteira de pedidos está completa e as relações com siderúrgicas do mundo todo, e particularmente com a China, são realmente boas.”

Os preços do minério de ferro se mostram resistentes neste ano, mesmo quando outros metais, incluindo o cobre, entraram em colapso em meio à pandemia.

A produção de aço na China no primeiro trimestre subiu 1,2% em relação ao ano passado, o que sustentou a demanda por minério de ferro. Os preços também receberam impulso dos cortes de fornecimento no Brasil e na Austrália.

Os contratos mais ativos de minério de ferro acumulam alta de 2,8% em abril, tendo se recuperado da queda em março, a caminho do maior ganho mensal neste ano. Na China, os contratos futuros de minério de ferro e aço também subiram em abril.

A Fortescue tem exportado toneladas extras, justo quando a Vale reduziu a estimativa anual para embarques devido ao mau tempo e ao impacto da pandemia nas operações.

A BHP disse que planeja buscar aprovação para aumentar a capacidade de exportação, enquanto a Rio Tinto espera que a demanda por minério de ferro permaneça forte.

Ainda assim, a Fortescue reduziu a estimativa de investimentos para entre US$ 2 bilhões e US$ 2,2 bilhões em relação à projeção anterior de US$ 2,4 bilhões, refletindo o prazo dos pagamentos esperados sobre os projetos de crescimento. BHP e Vale também sinalizaram despesas abaixo do planejado já que a pandemia reduz a velocidade dos projetos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Rafael Borges - 30/04/2020 - 8:39