Fórum Econômico Mundial apresenta guia sobre implementação da tecnologia blockchain

Brave New Coin
29/04/2020 - 16:03
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Um novo relatório apresentado pelo Fórum Econômico Mundial (FEM/WEF) sugere que blockchain pode ser o salvador das falhas cadeias globais de fornecimento e linhas mundiais de exportação (Imagem: Freepik/upklyak)

O relatório, intitulado “Reformulando a Confiança: Instrumentário para a Implementação do Blockchain”, possui a forma de uma ferramenta interativa (widget).

O Fórum Econômico Mundial (FEM ou, na sigla em inglês, WEF) é uma organização não governamental (ONG) fundada em 1971.

A organização é “comprometida com a melhoria do estado mundial ao reunir líderes empresariais, políticos e acadêmicos da sociedade, dentre outros líderes, para remodelar pautas globais, regionais e industriais”. É uma organização com diversos membros, composta pelas maiores empresas do mundo.

Recentemente, o FEM apresentou o “Blockchain Deployment Toolkit”, descrito como “um conjunto inovador de guias de alto nível que documenta as melhores práticas testadas para resolver as questões que surgem nos projetos de implementação de blockchain”.

O instrumentário foi anunciado ontem, 28 de abril e, agora, está disponível como um “widget” no site do FEM.

O instrumentário contém listas de verificação, guias, calculadoras de avaliação de risco e “árvores de decisão” para empresas de cadeia de fornecimento usarem quando tomarem decisões sobre a aplicação segura da tecnologia blockchain.

A tecnologia blockchain fornece um sistema seguro e compartilhado de dados, em que esses dados não podem ser alterados nem excluídos depois de terem sido transmitidos à plataforma (Imagem: Freepik/Creative_hat)

Dois programas-piloto para o uso do instrumentário já foram realizados. O primeiro foi em colaboração com a Autoridade Digital de Abu Dhabi (ADDA) dos Emirados Árabes Unidos.

ADDA usou as perguntas do instrumentário ao criar o Centro para a Quarta Revolução Industrial dos Emirados Árabes Unidos (C4IR UAE). O país planeja tornar 50% de todos os pagamentos federais baseados em blockchain até 2021.

O segundo programa-piloto foi realizado com Saudi Aramco. A gigante petrolífera usou o instrumentário para executar um sistema de gerenciamento e verificação de credenciais de fornecimento baseado em blockchain.

As informações no instrumentário ajudaram a Saudi Aramco a agilizar o processamento e criar sistemas de detecção de fraude.

O relatório destaca que “organizações estão começando a entender o potencial disruptivo do blockchain para solucionar pontos problemáticos e fornecer mais eficiência, automação e transparência entre cadeias de fornecimento”. Além disso, afirma que “blockchain é a melhor tecnologia interligada”.

Dentre os módulos apresentados pelo instrumentário, estão Cibersegurança, Fatores de Risco e Manuseio de dados digitais (Imagem: WEF Blockchain Toolkit)

O instrumentário inclui diversos módulos, incluindo Formação de Consórcio, Governança de Consórcio, Identidade Digital e Interoperabilidade. Almeja atuar como um guia para a implementação de blockchain em cada uma dessas características de cadeia de fornecimento.

O lançamento do inventário é uma resposta direta ao caos econômico criado pela propagação do coronavírus.

Conforme a demanda global dos consumidores despencou, cadeias globais de fornecimento também sofreram. Umas das questões principais é encontrar formas de digitalizar e operar sem a necessidade de contato pessoal.

O instrumentário tem, como alvo, sistemas portuários globais e de exportação que são ineficientes, uma indústria onde incentivos geralmente fazem com que partes ajam de acordo com seu próprio interesse.

De acordo com o WEF, as operações datadas da exportação mundial resultaram em “consequências ou efeitos posteriores sobre outras partes no sistema como um todo. O resultado é um sistema fragmentado que deixa para trás partes do setor enquanto captura ganhos econômicos de eficiência para certos atores”.

A indústria ainda depende de notas em papel para cargas e de chamadas telefônicas para confirmar carregamentos. O sistema também precisa de manutenção, já que antigos registros precisam de auditoria e a coordenação frequentemente desfeita entre organizadores.

Forum Mundial
O Fórum Econômico Mundial sugere que a tecnologia ajudaria na resiliência de cadeias de fornecimento em todo o mundo, além de fazer com que processos sejam mais rápidos e transparentes (Imagem: REUTERS/Arnd Wiegmann)

O FEM vê esses problemas como solucionáveis quando medidas forem tomadas para tornar as cadeias globais de fornecimento mais resilientes. Grandes preocupações que o FEM gostaria que a indústria resolvesse são:

– migração de modelos impressos para modelos digitais;
– melhores soluções de privacidade de dados para fornecedores;
– criação de incentivos para fornecedores compartilharem seus dados;
– respostas imediatas para que a indústria não fique congelada durante crises futuras.

O relatório também leva em consideração o problema do compartilhamento de dados entre fornecedores.

Atualmente, se um exportador internacional quiser ver os dados sobre bens que ele fornece internacionalmente, ele provavelmente precisará pagar uma grande quantia, além do pagamento de seus bens.

O instrumentário sugere que um sistema conectado baseado em blockchain para bens e dados trocados entre fornecedores internacionais seja mais eficiente.

O blockchain pode criar redes transparentes e seguras de dados, além de também apoiar redes de crédito usando contratos inteligentes, permitindo exportações a preços bem mais baixos.

Uma das principais autoras do instrumentário, Nadia Hewett, sugere que blockchain não é uma solução milagrosa, mas possui diversas características benéficas.

Hewett cita o recente problema de golpistas que convenceram pessoas e centros médicos a gastar fundos emergenciais em máscaras. Um sistema baseado em blockchain seria imutável e transparente para desincentivar possíveis fraudadores.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 29/04/2020 - 16:03

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto