Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

França lança aplicativo para conter disseminação do coronavírus na reabertura

02/06/2020 - 13:06
França Bandeira
“Desde os primeiros downloads, o aplicativo ajuda a evitar contaminação, doenças e, portanto, mortes”, disse o ministro de tecnologia digital Cedric O (Imagem: Reuters/Benoit Tessier)

O aplicativo de rastreamento de contatos da França, chamado StopCovid, estará disponível para download nesta terça-feira. O governo espera impedir o ressurgimento da Covid-19 após o relaxamento do lockdown, mas precisa incentivar as pessoas a usá-lo.

O download do StopCovid é voluntário e atuará como um complemento para rastreadores humanos que analisarão manualmente os contatos de uma pessoa infectada.

Países ao redor do mundo estão confiando nos aplicativos para ajudar a notificar as pessoas rapidamente quando elas forem expostas ao vírus e evitar um ressurgimento à medida que escritórios, restaurantes e escolas começam a reabrir.

Ainda assim, menos da metade dos franceses que participaram de uma pesquisa feita pela Odoxa para a rádio France Info disse que está pronta para baixar o programa.

“Desde os primeiros downloads, o aplicativo ajuda a evitar contaminação, doenças e, portanto, mortes”, disse o ministro de tecnologia digital Cedric O em entrevista na segunda-feira.

“Portanto, não há limite mínimo para a eficiência do aplicativo. Obviamente, quanto mais pessoas tiverem o aplicativo, melhor, mas não há limite para torná-lo eficiente. Ele acelera o processo de rastreamento.”

Um estudo da Universidade de Oxford estimou que cerca de 80% dos usuários de smartphones precisam participar do programa para inibir a doença, o equivalente a 56% da população geral. Mas as infecções podem ser reduzidas significativamente, mesmo com menos downloads.

Uma infecção pode ser evitada com um ou dois usuários, segundo o estudo.

O ministro alertou que o vírus ainda é uma ameaça e instou as pessoas a usar a tecnologia “para benefício coletivo“.

O programa é uma solução caseira projetada por uma força-tarefa liderada pelo estado, incluindo a principal operadora de telefonia Orange, a empresa de software Dassault Systemes e o Inria, instituto de pesquisa em ciência e tecnologia digital.

O aplicativo foi aprovado na semana passada por legisladores e pela fiscalização de privacidade após um debate sobre como os dados do usuário, enviados às autoridades de saúde, serão usados e protegidos.

O StopCovid usará a tecnologia Bluetooth, alertando usuários se eles passarem mais de 15 minutos a um metro de alguém portador do vírus. O aplicativo francês, semelhante ao desenvolvido no Reino Unido, é projetado por empresas nacionais, ao contrário dos aplicativos da Suíça e Alemanha, que são baseados em uma plataforma desenvolvida em conjunto por Google e Apple

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Vitória Fernandes - 02/06/2020 - 13:06