Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Franquias crescem 7% no trimestre com faturamento de R$ 41,4 bilhões

16/05/2019 - 19:03
Crescimento, segundo a ABF, foi impulsionado pelo forte ritmo de expansão e pelas perspectivas econômicas do país que, embora ainda complexas, apresentaram melhora (Imagem: Pixabay)

O setor de franquias apresentou crescimento nominal de 7% no primeiro trimestre do ano e faturou R$ 41,4 bilhões, segundo informações divulgadas na última quarta-feira (15) pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Tal resultado foi impulsionado pelo forte ritmo de expansão e pelas perspectivas econômicas do país que, embora ainda complexas, apresentaram melhora.

“O crescimento do setor reflete os ajustes realizados pelas redes nos últimos três anos, principalmente a busca por eficiência, o desenvolvimento de modelos de negócio mais enxutos e a diversificação de canais de venda, linha de produtos e consumidores”, explica André Friedheim, presidente da ABF.

O levantamento ainda aponta que o número de lojas abertas entre janeiro e março de 2019 variou positivamente 2,5%. Atualmente, 156.693 unidades estão registradas no país.

“Temos notado uma disposição maior na área de expansão”, comenta Friedheim. “A melhoria das perspectivas econômicas certamente ajudou, mas creio também que o franchising tem se consolidado cada vez como uma opção mais segura para empreender”.

Contrariando o quadro de pessoas desempregadas, a pesquisa mostrou que o número de empregos diretos do setor cresceu 2,05%, totalizando 1.325.844 trabalhadores.

Segmentos

No período, os segmentos de Casa e Construção e Serviços Automotivos se mostraram como destaques, tendo crescido, respectivamente, 12,9% e 12,7%.

Comunicação, Informática e Eletrônicos subiu 9,7%, enquanto Serviços e Outros Negócios ficou com alta de 9,6%. Este último tem como um de seus representantes a 5àsec, uma das principais redes de lavanderia no Brasil. Já são 448 unidades em operação, com possibilidade de investimento em três formatos diferentes: a loja padrão, a loja satélite – com espaço e maquinários reduzidos – e os pontos de coleta.

Saúde, Beleza e Bem Estar também apresentou um bom desempenho, tendo o segmento se expandido 9,2%.

O setor relacionado a idiomas e educação aumentou em 8,1%, investindo pesadamente em tecnologia e inovação. Um exemplo do segmento é a YES! Idiomas, presente em 18 estados com quase 180 unidades espalhadas pelas regiões.

Formatos e canais

Os shoppings como pontos de venda apresentaram maior participação no trimestre, subindo de 21,5% para 24,9%.
“Desde o ano passado, os shoppings esboçam uma reação que começa a aparecer em nossos números. A vacância e a mudança do mix, com mais lojas de alimentação e entretenimento, criaram boas oportunidades para o franchising”, ressalta Vanessa Bretas, gerente de inteligência de mercado da ABF.

No entanto, o que se vê é a tendência dos pontos alternativos – em especial o home office -, que cresceram para 6,7%.
Do total de redes, 61,1% fazem uso do e-commerce como canal, sendo 48,1% com participação dos franqueados.

“Esses dados são bastante reveladores e mostram que o franchising brasileiro está se adaptando à transformação digital”, completa o presidente da ABF.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Vitória Fernandes - 16/05/2019 - 19:03

Cotações Crypto
Pela Web