Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Frigoríficos: curto prazo pode ser mais volátil com aberturas e fechamentos de plantas, diz XP

23/06/2020 - 10:34
BRF
A BRF retomou ontem (22) as atividades no complexo industrial de Rio Verde (GO) (Imagem: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

As aberturas e os fechamentos das unidades de empresas frigoríficas podem aumentar a volatilidade das margens do setor no curto prazo, afirmou a XP Investimentos.

A BRF (BRFS3) retomou ontem (22) as atividades no complexo industrial de Rio Verde (GO), conforme informado à Reuters na sexta-feira (19). A companhia afirmou que a volta da produção será realizada de maneira gradual.

Já no caso da JBS (JBSS3), a planta em São Miguel do Guaporé (RO) permanecerá fechada por decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-14), segundo mostra a notícia do G1. A nova suspensão da unidade é explicada pelo aumento da contaminação da covid-19 na cidade. O número de casos saltou entre o fim de maio e a primeira quinzena de junho.

Apesar do curto prazo volátil, a visão para o longo prazo permanece positiva. A recomendação da XP para ambas as frigoríficas é de compra, com preço-alvo de R$ 30 para BRF e R$ 35 para JBS.

Para os papéis da Marfrig (MRFG3), a corretora também recomenda compra, com preço-alvo indicado de R$ 18.

Estados Unidos

Dados do setor pecuário dos Estados Unidos revelaram que o consumo de carne bovina no país derrapou em maio, com o boi americano tendo saída menor para abate.

Além do menor consumo da carne bovina brasileira, a demanda pela China está enfraquecida devido às incertezas do acordo comercial.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Lucas Simões - 23/06/2020 - 11:47