Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Fundo imobiliário Mérito cai 23% no primeiro dia de negócios após dois meses de suspensão

28/09/2018 - 8:19

Por Arena do Pavini – O fundo imobiliário Mérito Desenvolvimento, que teve a negociação de suas cotas suspensa pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 18 de julho, voltou ao mercado da B3 hoje e fechou com queda de 23,2%. A cota do fundo caiu de R$ 115,23 em 17 de julho para R$ 88,49 no fechamento de hoje, com um volume negociado de R$ 3,213 milhões, o triplo do registrado nos melhores dias antes da suspensão. Foram negociadas 37,5 mil cotas para um histórico de no máximo 12 mil cotas por dia. Com a queda de hoje, o fundo Mérito acumula uma queda de 30,27% no ano, para 4,38% de queda do índice de fundos imobiliários Ifix.

A forte queda do valor das cotas reflete o desgaste do fundo perante os investidores, provocado pela intervenção da CVM em meio a suspeitas de irregularidades no cálculo do rendimento e até de um esquema de pirâmide por conta da cobrança de taxas na emissão de novas cotas. O administrador do fundo, a corretora Planner, e a gestora Mérito Investimento tiveram de mudar a fórmula de cálculo dos rendimentos, que deixou de ter por base a reavaliação e a valorização dos ativos do fundo e passou a ser o ganho efetivo dos empreendimentos.

Além disso, o fundo cancelou novos aumentos de capital e se comprometeu a rever a periodicidade da distribuição de rendimentos, de mensal para trimestral. A Planner teve de reapresentar os balancetes mensais do fundo desde dezembro do ano passado e recalcular os valores dos ativos, o que resultou em uma queda do patrimônio líquido de cerca de R$ 20 milhões, ou 10% do fundo.

Todas essas mudanças explicam a queda das cotas, que refletem agora um fundo com rendimento menor e menos frequente. O fundo teve um retorno em dividendos (dividend yield) de 13,08% nos últimos 12 meses e projetava 17,55% para os próximos 12 meses, segundo a ferramenta de fundos da Economática. O valor de mercado do fundo caiu para R$ 177 milhões, para um patrimônio líquido de R$ 198 milhões, o que corresponde a uma relação entre preço e valor patrimonial de 89%.

O Mérito tem 8 mil cotistas e é um dos mais populares do mercado.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre:

Última atualização por Gustavo Kahil - 28/09/2018 - 8:19

Cotações Crypto
Pela Web