Carteira Recomendada

Fundos imobiliários: 16 analistas selecionam a dedo os melhores papéis para lucrar em janeiro

09 jan 2024, 13:28 - atualizado em 09 jan 2024, 13:33
fundos imobiliários fiis imóveis ifix
Três fundos empataram no mês com dez indicações de 15 casas de análise; saiba quais são eles (Imagem: Pxhere/Ruslanch)

A carteira consolidada de janeiro para os fundos imobiliários mostra três fundos empatados: XPML11 (XP MALLS FII); PVBI11 (VBI Prime Properties) e BTLG11 (BTG Pactual Logística).

Os fundos representam três setores: logística, imóveis comerciais de alto padrão e shoppings. O levantamento do Money Times contou com 16 casas de análise (veja mais abaixo).

Com a Selic caindo de 11,75% para 11,50% na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), marcada para o fim do mês, o setor de fundos imobiliários pode registrar um impulso maior, na esteira dos recordes do Ifix.



Os três fundos imobiliários mais recomendados

Analista da Guide Investimentos, Fernando Siqueira destaca o fundo BTLG11 (BTG Pactual Logística), novamente presente no topo do levantamento das carteiras. “Acreditamos nos fundamentos do setor e gostamos da resiliência que tem apresentado o fundo”, afirma o analista.

Ele diz enxergar o BTLG “como um dos melhores nomes para estar posicionado, sua capacidade de alocação e o potencial upside de ativos do portfólio”.

O fundo possui 22 galpões, localizados principalmente no Sudeste, com maior exposição ao segmento alimentício. Segundo a Guide, o FII conta hoje com 56% dos seus contratos típicos e com inquilinos de grande relevância nacional e de baixo risco, como BRF, Femsa, Itambé e Natura.

Sobre o XPML11 (XP MALLS FII), a analista Sandra Peres, do PagBank, lembra que o fundo, que conta com 17 imóveis localizados em diversas regiões do Brasil, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, é um dos “mais diversificados da bolsa”, em relação ao setor de shoppings.

Ela aponta ainda que, no mês, o FII alienou 17,50% do Caxias Shopping, o que deve gerar dividendos de aproximadamente R$ 0,68 por cota.

Já o PVBI11 (VBI Prime Properties), que atua no segmento de escritórios, “possui um dos melhores portfólios de imóveis dentro do segmento de lajes corporativas”, de acordo com os analistas André Oliveira e Victor Penna, do BB.

“Essas movimentações, além de elevar o patamar de dividendos, trazem também uma maior diversificação das fontes de receita do fundo”, afirmam.

Os top 6 fundos imobiliários de janeiro

Ticker Fundo Indicações
XPML11 XP MALLS FII 10
PVBI11 VBI Prime Properties 10
BTLG11 BTG Pactual Logística 10
KNCR11 Kinea Rendimentos Imobiliários 9
RBRR11 RBR Rendimento High Grade 7
RBRF11 RBR Alpha Multiestratégia Real Estate 7

Levantamento

O levantamento do Money Times foi realizado com base em informações de carteiras recomendadas de fundos imobiliários divulgadas por 16 instituições.

Participaram do levantamento Ativa Investimentos, BB InvestimentosBTG PactualEmpiricus ResearchGenial InvestimentosGuide InvestimentosInter ResearchItaú BBAMirae AssetÓrama InvestimentosPagBankRB Investimentos, SantanderTerra InvestimentosWarren XP.

repórter
Repórter formado pela PUC-SP, com passagem pelo Poder360, Estadão e Investidor Institucional. Tem pós-graduação em jornalismo econômico pela FGV-SP, através do programa Foca Econômico 2022, do grupo Estado. No Money Times, cobre política, mercados e também a indústria de armas leves no Brasil.
Linkedin
Repórter formado pela PUC-SP, com passagem pelo Poder360, Estadão e Investidor Institucional. Tem pós-graduação em jornalismo econômico pela FGV-SP, através do programa Foca Econômico 2022, do grupo Estado. No Money Times, cobre política, mercados e também a indústria de armas leves no Brasil.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.