Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Fundos imobiliários: veja as 8 indicações do BB Investimentos na carteira de novembro

02/11/2020 - 9:13
Setor Imobiliário Imóveis São Paulo
Em outubro, a carteira registrou desvalorização de 0,61% ante a queda de 1,01% do Índice de Fundos Imobiliários (IFIX) (Imagem: Agência Brasil/Rovena Rosa)

O BB Investimentos atualizou sua carteira de fundos imobiliários para novembro. O portfólio segue com oito ativos indicados expostos aos setores de lajes corporativas, logística, imóveis comerciais, residenciais e recebíveis imobiliários.

Fundo Ticker Segmento
Mérito Desenvolvimento Imobiliário MFII11 Desenvolvimento
Hedge TOP FOFII 3 HFOF11 Fundo de fundos
RBR Alpha Multiestratégia RBRF11 Fundo de fundos
CSHG Renda Urbana HGRU11 Híbrido
Vinci Logística VILG11 Logística
XP Log XPLG11 Logística
Banestes Recebíveis Imobiliários BCRI11 Papéis
REC Recebíveis Imobiliários RECR11 Papéis

Na avaliação do BB Investimentos, o setor de logística continua dando sinais de resiliência, apresentando manutenção da taxa de vacância e absorção líquida em ascensão. As lajes corporativas também contam com imóveis mais resilientes, embora as taxas de vacância estejam elevadas e a absorção líquida negativa.

No caso dos shopping centers, o BB Investimentos está atento à retomada gradual dos consumidores nos espaços após um longo período de suspensão das atividades por conta do coronavírus. A perspectiva para o longo prazo segue positiva.

Em outubro, a carteira registrou desvalorização de 0,61% ante a queda de 1,01% do Índice de Fundos Imobiliários (IFIX). O principal motivo para o desempenho negativo do indicador no período é o avanço da covid-19 na Europa, que levanta incertezas quanto à possibilidade de uma segunda onda da doença no Brasil.

“Independente desse cenário mais adverso vivenciado em 2020, o mercado de fundos imobiliários continua em uma crescente forte desde meados de 2019, de modo que o número de fundos listados já atinge a marca de 275 em setembro de 2020 versus 190 em dezembro de 2018. Ou seja, em um ano e meio, o número de fundos imobiliários listados em Bolsa aumentou em mais de 40%, enquanto o volume negociado cresceu 260%”, disse o time de analistas do BB Investimentos.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 02/11/2020 - 8:28