Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Futuros do Ibovespa iniciam semana sem definição de rumo

07/01/2019 - 9:38

Por Investing.com – No começo da jornada desta segunda-feira, o índice futuro do Ibovespa opera sem a definição de rumo, em meio às quedas das bolsas europeias e também a estabilidade dos índices futuros de Wall Street. Dessa forma, o avanço é de 0,-3% aos 92.235 pontos.

Veja as principais recomendações para janeiro; clique aqui

Os índices acionários chineses fecharam em alta nesta segunda-feira após o banco central ter agido para sustentar o crescimento da economia com um amplo corte na proporção de dinheiro que os bancos devem manter como reservas, mas a incerteza sobre a economia e as perspectivas para o comércio continuaram pesando sobre o mercado.

O Banco do Povo da China informou na sexta-feira que está cortando os compulsórios bancário pela quinta vez no período de um ano, liberando 116 bilhões de dólares para novos empréstimos, à medida que tenta reduzir o risco de uma desaceleração econômica acentuada. No entanto, analistas minimizaram o impacto do corte da taxa de compulsório.

Na agenda americana, as atenções dos investidores estão voltadas para indicadores como a balança comercial, pedidos de auxílio-desemprego e CPI de dezembro. No entanto, as maior preocupação está para a ata da última reunião do Fomc e também para a fala do presidente do Federal Reserve, na tarde de quinta-feira.

Por aqui, o grande destaque da semana fica os dados da produção industrial brasileira de novembro, que serão divulgados amanhã, bem como os números oficiais de inflação, que são esperado para a próxima sexta-feira, 11 de janeiro.

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 2,44 por cento, a 20.038 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,82 por cento, a 25.835 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,72 por cento, a 2.533 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,61 por cento, a 3.054 pontos.

Na Europa, o dia se mostra negativo para a maior parte dos mercados acionários da região. Em Frankfurt, o DAX tem queda de 0,41% aos 10.723 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE recua 0,50% aos 6.803 pontos. Já em Paris, o CAC cede 0,52% aos 4.712 pontos.

Commodities

A jornada desta segunda-feira, na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi marcada por nova valorização nos contratos futuros do minério de ferro. O contrato com maior volume de negócios, e com data de entrega no mês de maio deste ano, registrou ganhos de 1,76%, encerrando assim o dia negociado a 515,00 iuanes por tonelada do produto.

Já na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai, a sessão também foi positiva para quase todos os contratos do vergalhão de aço. O ativo com data de vencimento no quinto mês do ano, o mais líquido, avançou 61 iuanes para um total de 3.520 iuanes por tonelada. Já o papel de janeiro, segundo em volume, perdeu 7 iuanes para 3.856 iuanes por tonelada.

A segunda-feira também começa positiva para o mercado do petróleo. O barril do tipo WTI, negociado em Nova York, registra ganhos de 2,56%, ou US$ 1,12, a US$ 49,19. Já em Londres, o Brent tem alta de 2,52%, ou US$ 1,44, US$ 58,50.

Mercado Corporativo

A Petrobras (PETR4) informou nesta segunda-feira o resultado final de oferta de recompra de títulos, no montante equivalente a 1,113 bilhão de reais, sendo 965,948 milhões do Grupo 1 e 147,205 milhões do Grupo 2, conforme comunicado divulgado ao mercado.

No Grupo 1, os vencimentos dos títulos variavam de 2021 a 2023, com cupons entre 4,375 e 8,375 por cento. No Grupo 2, os vencimentos eram de 2029 a 2043 e os cupons, de 5,375 a 6,875 por cento.

O Itaú Unibanco (ITUB4) anunciou que vai emitir a partir desta segunda-feira letras financeiras subordinadas perpétuas para compor patrimônio de referência da instituição.

O banco não informou montante a ser captado com as operações ou prazos. Segundo o Itaú Unibanco, detalhes serão divulgados após conclusão das operações.

“Os recursos captados (…) permitirão à companhia otimizar sua estrutura de capital”, disse o banco em comunicado ao mercado.

A companhia aérea Gol (GOLL4) informou nesta sexta-feira que a demanda por assentos em seus voos em dezembro cresceu 5,9 por cento ante mesmo mês de 2017.

A expansão ocorreu em maior intensidade do que a oferta de assentos, que evoluiu 3,2 por cento na mesma comparação. Com isso, a taxa de ocupação dos voos da Gol subiu 2,2 pontos percentuais, para 83,3 por cento em dezembro.

O presidente Jair Bolsonaro “se equivocou” ao dizer que havia assinado um aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para financiar a manutenção dos benefícios da Sudam e Sudene e não haverá aumentos, afirmou nesta sexta-feira o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“Ele se equivocou. Ele assinou a sanção a prorrogação dos incentivos da Sudam e da Sudene”, afirmou o ministro.

Na manhã desta sexta, ao falar com a imprensa ao final de um evento na base aérea de Brasília, o presidente afirmou que havia assinado um decreto com o aumento do IOF para compensar os incentivos e chegou a dizer que era um aumento “ínfimo”. Disse ainda que o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciaria a possibilidade de redução da alíquota máxima do Imposto de Renda, de 27,5 por cento, para 25 por cento.

A bolsa paulista subiu pelo quinto pregão consecutivo nesta sexta-feira, renovando a máxima recorde de fechamento após oscilar entre altas e baixas mais cedo, conforme os ganhos acentuados em Wall Street contiveram o movimento doméstico de realizações de lucros.

Referência da B3, o Ibovespa .BVSP avançou 0,3 por cento, encerrando a 91.840,79 pontos, em novo recorde de fechamento. Na semana, a alta acumulada foi de 4,5 por cento. O giro financeiro somou 16,77 bilhões de reais.

O indicador começou o dia pressionado por embolso de lucros, na esteira de declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre uma reforma da Previdência com idade mínima mais baixa que a esperada -de 62 anos para homens e 57 para mulheres-, chegando a cair 0,8 por cento na mínima.

A elétrica mineira Cemig (CMIG4) vai realizar uma oferta pública de participação em cinco blocos para exploração de petróleo e gás em 18 de janeiro, quatro deles na Bacia do São Francisco, no Norte de Minas Gerais, e um na Bacia do Recôncavo, na Bahia, disse à Reuters um executivo da companhia.

As parcelas da Cemig nos blocos em questão (SF-T-104, SF-T-114, SF-T-120, SF-T-127 e REC-T-163), de 24,5 por cento em cada um deles, serão vendidas em conjunto, e o lance mínimo por elas será de 20,5 milhões de reais.

Em entrevista por telefone, engenheiro de Desenvolvimento de Negócios da Cemig, Anderson Fleming de Souza, explicou que a iniciativa da elétrica tem como objetivo deixar de vez o setor de petróleo, em meio a um programa bilionário de desinvestimentos, que busca focar em ativos estratégicos.

Depois de dois dias acompanhando à distância o mercado externo, o dólar no Brasil ‘colou’ nesta sexta-feira na trajetória externa e encerrou em baixa pela terceira sessão consecutiva, perto de 3,70 reais, após declarações chairman do Federal Reserve, Jerome Powell.

O dólar recuou 1,04 por cento, a 3,7147 reais na venda, menor nível desde 1º de novembro, quando fechou a 3,6943 reais.

Nos três primeiros pregões de 2019, que coincidem com a semana, a moeda norte-americana acumulou baixa de 4,15 por cento ante o real. Foi a terceira semana seguida de queda do dólar ante a moeda brasileira.

Elétricas que travam uma briga judicial com o governo e a reguladora Aneel contra custos com o chamado “risco hidrológico” precisariam desembolsar 4,2 bilhões de reais para quitar débitos hoje suspensos por liminares, no caso de sucesso em uma proposta de acordo para encerrar a disputa, estimou nesta sexta-feira o chefe da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O governo Temer propôs um pacto pelo qual as empresas teriam uma compensação parcial pelos custos gerados com hidrologia desfavorável desde que retirassem as ações na Justiça e pagassem o devido, mas um projeto de lei que viabilizaria a solução foi rejeitado no Senado em outubro.

Em meio à disputa, a liquidação financeira de operações no mercado de eletricidade realizada mensalmente pela CCEE tem ficado com bilhões de reais em aberto. No processamento das transações de outubro, em dezembro, cerca de 7,9 bilhões de reais ficaram em aberto, dos quais 6,9 bilhões devido às ações que protegem os geradores.

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse neste domingo que as negociações comerciais com a China estão indo muito bem e que a fraqueza na economia chinesa dá a Pequim um incentivo para trabalhar em direção a um acordo.

Autoridades dos EUA se reúnem nesta semana com seus pares chineses em Pequim no que será a primeira conversa cara-a-cara desde que Trump e o presidente chinês Xi Jinping concordaram em dezembro com uma trégua de 90 dias na guerra comercial que vem agitando os mercados internacionais.

Trump taxou centenas de bilhões de dólares em mercadorias chinesas para pressionar Pequim a mudar suas práticas em assuntos que variam desde subsídios industriais a hackers. A China retaliou com as próprias tarifas.

Agenda de Autoridades

Na manhã desta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro participa da cerimônia de posse do presidente do Banco do Brasil (BBAS3), Rubem Novaes, do presidente do BNDES, Joaquim Levy e do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Na parte da tarde, recebe o deputado Fábio Ramalho (MDB-MB), 1º vice-presidente da Câmara dos Deputados. O dia de se encerra reunião com Augusto Nardes, ministro do Tribunal de Contas da União.

O site do ministério da Fazenda informa que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não tem nenhum compromisso oficial nesta segunda-feira.

Com Reuters.

Leia mais sobre:

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 07/01/2019 - 9:42

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto