Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Gabriel Casonato: 50 milhões do próprio bolso

24/09/2018 - 11:26

Por Gabriel Casonato, Editor da Agora Brasil

Aqui está um CEO para quem eu emprestaria um dinheiro.

Seu nome é David Weinreb, principal executivo da Howard Hughes Corporation (NYSE: HHC).

A companhia atua no ramo de desenvolvimento de imóveis em Honolulu, Nova York, Houston e Las Vegas.

Mas o que você precisa saber mesmo…

É que Weinreb fez uma enorme aposta de 50 milhões de dólares no sucesso da empresa que lidera.

Com esses 50 milhões do próprio bolso, o executivo adquiriu opções…

Que lhe dão o direito de comprar HHC ao preço de 124,64 dólares por ação.

É bem diferente do que ocorre com a ampla maioria dos CEOs…

Que costumam receber na forma de bônus essas opções de compra de ações.

Todos sabemos que 50 milhões de dólares é muito dinheiro…

Até mesmo para o CEO de uma grande empresa americana.

Vamos considerar por um momento então o que essa aposta ousada de Weinreb realmente significa.

Primeiro, quantos CEOs você conhece que colocam uma quantia dessa do próprio bolso ao lado dos acionistas?

Eu nunca ouvi falar de nenhum.

Em segundo lugar, ele não apenas colocou em risco 50 milhões de sua própria reserva…

Mas o fez através de garantias que têm uma data de expiração.

Explico.

Se Weinreb tivesse comprado ações da Howard Hughes e o preço delas permanecesse o mesmo pelos próximos 6 anos…

Ao final do período ele ainda teria seus 50 milhões.

Mas o que ele comprou foram opções, as quais expiram após estes 6 anos.

Deste modo, se o preço das ações no vencimento dessas opções não estiver acima de 124,64…

Os 50 milhões do CEO simplesmente virarão pó.

Portanto, isso mostra uma boa dose de convicção por parte do executivo.

Ele realmente acredita que o preço de HHC irá aumentar significativamente nos próximos 6 anos.

Se você é daqueles que buscam pistas dos insiders antes de decidir se vale ou não a pena comprar uma ação…

Afirmo que não há pista melhor do que essa.

DIRETO DE WALL STREET…

A pista é realmente boa e não pode ser ignorada.

E vou além, lembrando que, ao longo dos 6 anos que Weinreb vem trabalhando como CEO…

A Howard Hughes viu suas ações triplicarem de valor!

Um retorno de 207 por cento contra ganhos de “apenas” 100 por cento para o S&P 500 no período.

O que mais você precisa saber?

Não é apenas Weinreb que está alinhado com o interesse dos acionistas.

Todos os diretores e o Conselho de Administração, que possuem 21 por cento da HHC, também são incentivados.

Se o grupo que lidera a empresa vai ganhar muito dinheiro, isso significa que os acionistas também ganharão muito dinheiro.

Esta é a única forma pela qual as empresas de capital aberto deveriam ser administradas, na minha opinião.

E uma vez que o CEO apostou 50 milhões que as ações da Howard Hughes vão subir…

Acredito que as mesmas estão em um patamar de preços bastante atrativo.

Há uma razão para que elas atualmente estejam baratas: o mercado não está prestando atenção a essa empresa.

A HHC tem um modelo de negócios exclusivo para uma empresa de capital aberto.

Como resultado, ele não se encaixa em nenhuma das caixas existentes em Wall Street.

A empresa não é uma REIT, não é uma construtora residencial e não é uma incorporadora.

Em vez disso, é todas essas três coisas.

Wall Street tem analistas designados para cada um desses três setores, mas nenhum analista designado para cobrir os três juntos.

O resultado é que há apenas alguns analistas cobrindo essa empresa.

Eu acredito que essa falta de cobertura é a razão pela qual Howard Hughes oferece uma proposta de valor extremamente atraente hoje.

A pouco conhecida Boyar Asset Management coloca o valor intrínseco das ações da Howard Hughes em 171 dólares.

Isso representa 33 por cento de aumento em relação ao preço atual de HHC.

Mas não precisamos tentar ser muito precisos aqui.

Afinal, ninguém conhece o verdadeiro valor da Howard Hughes melhor do que seu CEO, David Weinreb.

E sua aposta de 50 milhões de dólares diz tudo o que você precisa saber.

Leia mais sobre: Opinião

Última atualização por Gustavo Kahil - 24/09/2018 - 11:26