Turismo

Gastos estrangeiros no Brasil crescem 37% no acumulado do ano

27 nov 2022, 14:57 - atualizado em 27 nov 2022, 14:57
Turismo
(Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil)

De janeiro a outubro de 2022, o gasto de turistas estrangeiros no Brasil cresceu 37% em comparação com o mesmo período de 2021. Foi o que apontou o relatório de estatísticas do setor externo divulgado pelo Banco Central (Bacen) nesta sexta-feira (25.11). Segundo o órgão, até o momento foram gastos mais de US$ 4 bilhões, bem superior aos US$ 2,2 bilhões registrados no ano passado. O dado reflete a retomada do turismo brasileiro nos últimos meses.

Apenas no mês de outubro, os estrangeiros deixaram no país US$ 413 milhões. O montante é 55,2% maior do que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando foram contabilizados US$ 266 milhões, e representa ainda 80% do que foi contabilizado no período pré-pandemia. O bom resultado é bem parecido com o registrado nos meses de janeiro e março, que totalizaram, respectivamente, US$ 421 milhões e US$ 453 milhões, se tornando os melhores meses para o gasto de turistas internacionais no país.

Para o ministro do Turismo, Carlos Brito, o trabalho realizado pelo Ministério do Turismo na estruturação dos destinos nacionais e a promoção internacional, feita pela Embratur, tem dado confiança aos estrangeiros para retomarem as viagens ao Brasil. “A cada mês, tanto o número de visitantes de fora quanto o dinheiro que eles deixam aqui vêm crescendo. Isso só comprova que o esforço que realizamos vem dando resultado e atraindo cada vez mais turistas paras os atrativos do Brasil”, disse.

Recentemente, a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) divulgou um levantamento com informações sobre a vinda de estrangeiros para o país na temporada de verão. Segundo a entidade, mais de 800 mil estrangeiros devem visitar o Brasil nos próximos meses, sendo cerca de 20% com origem dos Estados Unidos. A expectativa é de que o gastos de estrangeiros cresça com a chegada do verão, uma das épocas mais esperadas do ano.

Siga o Money Times no Facebook!

Conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Clique aqui e comece a seguir a página do Money Times no Facebook!

Editor
Formado em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, é editor de política, macroeconomia e Brasil do Money Times. Com passagens pelas redações de SBT, Record, UOL e CNN Brasil, atuou como produtor, repórter e editor.
Linkedin
Formado em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, é editor de política, macroeconomia e Brasil do Money Times. Com passagens pelas redações de SBT, Record, UOL e CNN Brasil, atuou como produtor, repórter e editor.
Linkedin