Gestora de ativos Fidelity entra com pedido à SEC para criar ETF de bitcoin

25/03/2021 - 13:48
Traduzido e editado por Vitória Tonetti Martini
fidelity investments
Pedido de ETF de bitcoin da Fidelity se junta aos de demais empresas e é o sexto na fila para aprovação da SEC (Imagem: Wealth Management)

Um novo pedido enviado à Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio (SEC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos indica que a gigante gestora de ativos Fidelity quer criar um fundo de investimentos (ETF) de bitcoin.

O “Wise Origin Bitcoin ETF” é o pedido mais recente dentro da corrida para lançar um produto de bitcoin negociado em bolsa nos Estados Unidos.

Segundo o formulário preenchido, uma empresa chamada FD Funds Management LLC é a patrocinadora do fundo, com a Fidelity Service Company Inc. como administradora.

Conforme consta no documento, FD Funds Management LLC tem o mesmo endereço que a sede da Fidelity, na cidade de Boston, no estado de Massachusetts.

A Fidelity Digital Assets, braço focado em cripto da gestora de ativos, será o custodiante.

Segundo o formulário, se aprovado, o ETF empregará o índice interno de preço do bitcoin da Fidelity. 

“O objetivo dos investimentos do fundo é buscar rastrear o desempenho do bitcoin, medido pelo funcionamento do Fidelity Bitcoin Index PR, ajustado aos gastos e outros passivos do fundo de investimentos”, consta no documento. Em outro trecho do formulário, há a seguinte explicação:

O fundo de investimentos fornece exposição direta ao bitcoin, as ações do fundo são valoradas diariamente e usam a mesma metodologia utilizada para calcular o “Index”.

O fundo dá possibilidades aos investidores de acessar o mercado para bitcoin, por meio de uma conta de corretora tradicional, sem os obstáculos em potencial para entrar nesse mercado nem os riscos com reservas ou transferências diretas de bitcoin, aquisições de um mercado à vista de bitcoin ou mineração.

O nome do fundo é semelhante ao “Wise Origin Bitcoin Index Fund I”, lançado em agosto de 2020 pela Fidelity.

Divulgado na época pela Bloomberg, o fundo de gestão passiva foi a primeira tentativa da Fidelity de oferecer um produto de fundo de investimentos apenas com bitcoin para investidores qualificados.

“O ecossistema de ativos digitais cresceu significativamente nos últimos anos, criando um mercado ainda mais robusto para investidores e acelerando demandas entre instituições. Uma gama crescente de investidores em busca de acesso ao bitcoin ressaltou a necessidade de um pacote de produtos mais diversificado, que ofereçam exposição a ativos digitais”, disse um porta-voz da Fidelity ao The Block.

Os esforços da Fidelity em criar um ETF de bitcoin representa o sexto desta categoria nos Estados Unidos, depois dos pedidos das empresas: WisdomTree Investments, VanEck Associates Corp., NYDIG Asset Management, First Advisors/SkyBridge e Valkyrie Digital Assets.

Observadores de mercado especularam que aprovações recentes de ETF no Canadá podem incitar órgãos regulamentadores nos Estados Unidos a agirem sobre um produto negociado em bolsa (ETP) de bitcoin.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Tonetti Martini - 25/03/2021 - 13:48

Pela Web