Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Governo central tem superávit de R$ 28,6 bilhões em abril e quase zera rombo em 12 meses

14/06/2022 - 14:11
Real
O dado veio melhor que a projeção do mercado, de superávit de 26,4 bilhões de reais, segundo pesquisa Reuters com analistas (Imagem: Pixabay)

O governo central registrou um superávit primário de 28,553 bilhões de reais em abril, divulgou o Tesouro nesta terça-feira, levando o rombo em 12 meses a patamar próximo de zero.

O dado veio melhor que a projeção do mercado, de superávit de 26,4 bilhões de reais no mês, segundo pesquisa Reuters com analistas.

O resultado levou o déficit primário em 12 meses a 4,6 bilhões de reais, equivalente a 0,06% do Produto Interno Bruto (PIB).

Já no acumulado de janeiro a abril, o saldo nas contas públicas foi positivo em 79,263 bilhões de reais, contra um superávit de 40,863 bilhões de reais em igual período de 2021.

Os números reúnem as contas de Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social.

O resultado de abril foi composto por um superávit de 52,907 bilhões de reais do Tesouro, além de rombos de 24,290 bilhões de reais nas contas da Previdência e de 64 milhões de reais no Banco Central.

No mês, a receita líquida do governo teve alta real de 5,9%, na comparação com abril de 2021, a 165,614 bilhões de reais. Por outro lado, houve um recuo de 0,5% nas despesas totais.

A meta fiscal de 2022 é de déficit de 170,5 bilhões de reais, mas o Orçamento deste ano foi aprovado com a previsão de um rombo menor, de 76,2 bilhões de reais.

A previsão mais recente do Ministério da Economia, de maio, apontava para um rombo fiscal de 65,5 bilhões de reais no ano.

Em nota, o Tesouro indicou que os resultados positivos podem levar a uma melhora nas projeções oficiais para as contas do governo em 2022. O órgão disse, por exemplo, que enquanto sua última avaliação previa uma alta real de 1,1% nas receitas administradas no ano, os números do primeiro quadrimestre vieram com uma elevação de 10,3% acima da inflação.

Segundo a nota, esse ritmo de alta vem se reduzindo, mas, mesmo em abril, quando foram sentidos efeitos do corte de 25% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do PIS/Cofins sobre diesel e gás de cozinha, o crescimento real ficou em 8,5%.

Para o regime geral de Previdência, os ganhos eram estimados em 4,3% acima da inflação, mas o dado observado mostra alta de 7,2%, diante de uma melhora no mercado formal de trabalho.

“O cenário do primeiro quadrimestre manteve a tendência de melhora nos indicadores fiscais iniciado no ano passado”, disse.

Por conta da greve de servidores, o resultado do governo central de abril atrasou e não foi apresentado pelo Tesouro como usualmente, antes da divulgação pelo Banco Central dos dados do setor público consolidado, que inclui Estados, municípios e estatais. Também não haverá coletiva de imprensa para comentar os dados.

Conforme o BC informou há duas semanas, o setor público registrou um superávit primário de 38,9 bilhões de reais em abril, no melhor resultado para o mês da série histórica iniciada em 2002.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

(Atualizada às 15:15)

Última atualização por Rafael Borges - 14/06/2022 - 15:16

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto